• Ceclin
out 02, 2016 0 Comentário


Zé Catinga acredita que esta eleição vai criar um novo ambiente político em Vitória

Zé Catinga 2016

Por volta do meio-dia, Zé Catinga acompanhado pela Justiça Eleitoral se dirigiu para votar em sua seção na Escola Pedro Ribeiro, situada na Matriz da Vitória de Santo Antão. Candidato a prefeito pelo Partido Verde, ele também estava acompanhado pelo presidente municipal da sigla, Carlos Alberto. Demonstrando tranquilidade neste domingo de eleição, o empresário do setor de supermercados nem parecia que era um dos candidatos ao Executivo vitoriense mais sabotado neste pleito.

Zé Catinga vinha numa crescente nos últimos meses, ao que tudo indica, sem planejamento financeiro, mas mesmo assim ganhou notoriedade no debate político local. Demonstrando pouco fôlego na reta final da eleição, viu seu palanque perder espaço, tendo em vista que a maioria dos seus candidatos a vereador pelo PV, PHS e PRTB migrou para o palanque de Paulo Roberto (PSD), apoiado pelo atual prefeito. Catinga que foi o maior penalizado desta estratégia de Paulo de cooptar cabos eleitorais, o candidato amarelo também cooptou gente dos demais adversários, o que acabou inflacionando “a compra de lideranças” no mercado eleitoral vitoriense e fez de Paulo Roberto um “trator intragável”, que quer o diploma de prefeito a todo custo!

Indagado sobre o que aprendeu durante esta eleição, Catinga considera que este pleito vai mudar a história política da Vitória de Santo Antão, quando a população, independente do seu resultado, irá ter um olhar mais crítico para estimular um novo ambiente político na cidade marcada pela polarização entre os Liras & Queiralvares. “A vontade do povo está sendo feita. Eu coloquei minhas propostas há 03 anos atrás e o discurso de renovação política de Vitória ganhou força em toda a cidade”, resumiu.

Demonstrando que ainda acredita que pode virar este jogo, Zé Catinga concluiu: “Estou confiante que teremos uma Vitória renovada com pessoas do bem. Esta eleição é que vai mudar a história dessa cidade, pois vai abrir um novo ambiente político”, avaliou.