Ceclin
mar 23, 2009 15 Comentários


Vitória vive momento histórico com a visita presidencial

Momento Histórico: Descerramento da placa de inauguração da Sadia. Lula, Eduardo e Elias.
“É sempre bom começar o dia de segunda-feira com boa notícia. Fico gratificado em poder compartilhar com todos vocês a chegada da Sadia em Vitória de Santo Antão”, afirmou motivado o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, neste 23 de março, data histórica para os vitorienses quando aqui começa a se consolidar o Parque Industrial do Município.

Com a chegada de helicoptéro por volta das 11:00 horas da manhã, o presidente foi direto conferir as instalações internas da fábrica cercado pelo Governador do Estado, Eduardo Campos (PSB), do prefeito do Município Elias Lira (DEM), do ex-ministro Fernando Furlan (um dos donos da Empresa), além da presença de ministros, deputados federais e estaduais.

Após agradecer individualmente a diretoria da Sadia, ao Governador e ao presidente Lula pela escolha da Vitória de Santo Antão como sede da empresa no Nordeste, o prefeito Elias Lira afirmou que a Sadia vai ajudar o Município neste esforço conjunto de interiorização do desenvolvimento, anunciando a chegada de outros empreendimentos, sendo calorosamente aplaudido.

O governador Eduardo Campos destacou o papel importante que o presidente tem cumprido no desenvolvimento do Nordeste, sinalizando que o seu governo caminha a passos largos. “O compromisso aqui é com Pernambuco. Acabou-se a pequeneza política. Nosso governo independente da cor partidária tem procurado buscar parcerias que ajudem o desenvolvimento local e valorize o cidadão pernambucano”, ressaltou Campos.

O presidente Lula quebrando o protocolo abriu espaço primeiramente para a fala do Presidente do BNB que frisou os investimentos e o novo foco que o banco tem procurado desenvolver na consolidação de uma linha de produção, valorizando os empreendimentos das localidades.

Lula em um discurso bastante articulado e recheado de exemplos populares instigou a platéia presente ao evento no pátio da Sadia, falando que apesar da crise econômica despontar com bastante força neste semestre, pediu sobretudo aos prefeitos para não haver desânimo e procurar manter os investimentos.
“A Sadia e você Furlan, acertam em ter garantido a continuação deste investimento. Tenho convicção que quando esta crise passar, vocês estarão preparados para entrar em uma melhor condição no mercado”, ensinou o presidente brasileiro. De modo que afirmou para o prefeito Elias Lira, seguindo o raciocíonio de Eduardo o seguinte: “No nosso governo não discrimino ninguém. Pode ser do DEM, do PSDB, do PT, do PSB e do PCdoB. Queremos o melhor para o desenvolvimento deste País e ajudamos quem assim também quer”, ressaltou.

“Quero voltar aqui em Vitória de Santo Antão comer a mortadela da Sadia junto com a Pitú”, declarou Lula sob os aplausos e empolgação dos presentes. Em suas andanças como representante brasileiro o presidente mostrou mais uma de suas habilidades: “vendedor”. “Cheguei para o ministro japonês e ofereci para ele provar da nossa manga. E ele disse: é gostosa! Então, se é gostosa, mas faz mais de 28 anos que vocês não compram da gente”, contou ele.
Para após frisar: “Furlan, quero chegar em um supermercado de São Paulo e poder comprar um rolo de mortadela da Sadia e lá tá escrito: foi fabricado em Vitória de Sto. Antão – Pernambuco”, destacou.

por Lissandro Nascimento.

Fotos: Cláudio Gomes e Helder Sóstenes.

CONFIRA AS FOTOS: