Ceclin
out 30, 2008 0 Comentário


Vitória solta o grito: “É campeão!”

Paulo Roberto: apesar das dificuldades, comemorou nas ruas.
O Vitória repetiu o placar de 1×0 em cima da Cabense e conquistou o título da Série A2 do Campeonato Pernambucano, ontem à tarde (29), no Estádio José Vareda, em Limoeiro, no Agreste do Estado, no segundo jogo da final da competição.
As duas equipes estão classificadas para a próxima edição da Série A1, com início previsto até o momento para o dia 11 de janeiro.

O gol que deu a taça à equipe tricolor foi marcado pelo veterano meio-campista Dinda, logo a dois minutos de jogo. O jogador, de 35 anos, já havia conquistado o acesso pelo Vera Cruz, grande rival do atual campeão em Vitória de Santo Antão. “Já conquistei vários títulos na minha vitoriosa carreira. Mas a festa é sempre legal. Agradeço aos diretores e ao técnico Peu Santos pela confiança.”
Peu Santos, diferentemente de Dinda, viveu o seu primeiro acesso para a elite do futebol pernambucano. “Quando se é campeão, você não precisa ficar colocando a culpa em ninguém pela derrota. Ganhamos esse título porque merecemos”, lembrou o treinador do Vitória. Em 18 partidas disputadas, o tricolor obteve 14 vitórias, três empates e apenas uma derrota. O aproveitamento foi de 88,8%.
Em 13 anos de carreira como treinador, Peu já havia conquistado acessos em Alagoas e no Piauí, ambos também com títulos. Em âmbito de primeira divisão, ganhou o Campeonato Roraimense de 2001. Apesar da campanha, o treinador não sabe se segue no clube para a Série A1 2009. O mesmo vale para Dinda. “Ainda vamos conversar”, resumiu Peu.
Para a Cabense, o “título” já havia vindo após as semifinais, com a ascensão. A taça da Série A2 seria apenas um complemento. “Foi um trabalho excelente. Viemos aqui para subir o time e conseguimos. Na final, fomos prejudicados pela arbitragem no primeiro jogo”, afirmou o técnico Rogério Zimermann.



por Gilberto Júnior.