Ceclin
nov 21, 2011 0 Comentário


Vitória mantém esperança no título


Foto: Portal O Vitória

Jornal do Commercio

Pela primeira vez na temporada, o Vitória terá de correr atrás do resultado para conquistar o título da Copa do Brasil de futebol feminino. Depois de perder por 2×0 para o Foz Cataratas-PR na primeira partida da final, no último sábado, no Estádio Carneirão, o Tricolor das Tabocas precisará vencer por três gols de diferença ou por dois, a partir de 3×1, para garantir a taça e a vaga na Copa Libertadores da América. A partida da volta será no próximo sábado, no Estádio Pedro Basso, em Foz do Iguaçu.

O Vitória perdeu o jogo e a invencibilidade na temporada de 16 partidas. Apesar da derrota, o Tricolor das Tabocas mantém o otimismo em conquistar o título. “Vamos com força para a segunda partida. A situação ficou mais difícil, mas eu acredito no potencial das jogadoras”, afirmou o técnico Kleiton Lima, que não poderá contar com a zagueira Camila, que foi expulsa no confronto de sábado.

De acordo com o técnico, o plano das paranaense de amarrar o jogo acabou complicando o Vitória, que ainda não tinha passado por uma situação dessa na Copa do Brasil. “O Foz veio com uma proposta defensiva e cometendo muitas faltas. Elas aproveitaram os contra-ataques e ganharam o jogo no detalhe. Caberá a nós impor o nosso ritmo lá e voltar com o título”, comentou Lima.

O dia de ontem foi de folga e as meninas se reapresentam hoje para um treino físico-técnico no Carneirão. A viagem para Foz de Iguaçu deverá ser na próxima quinta-feira.

Vale lembrar que o Viana-MA entrou com uma ação no STJD contra o Foz, alegando falta de registro, e a decisão do título pode parar nos tribunais.

O JOGO

O Vitória entrou com uma proposta ofensiva, mas esbarrou no sistema defensivo do Foz e na boa atuação da goleira pernambucana Bárbara Micheline. As pernambucanas ainda acertaram duas bolas na trave, com Bia e Thaisinha.

O primeiro gol das paranaense foi aos 36 minutos do primeiro tempo. Numa falha do sistema defensivo do Tricolor das Tabocas, Daiane aproveitou o cruzamento de Nenê e abriu o placar. O segundo tento saiu no apagar das luzes, aos 45 minutos da etapa final. Após uma bela jogada, Daiane fez 2×0 e fechou o placar.

 DETALHES DO JOGO LEIA MAIS AQUI