Ceclin
jan 03, 2011 0 Comentário


Vitória estreia na Copa São Paulo nesta terça-feira

O ano de 2011 mal começou e a maratona de jogos de futebol já tem data para dar o pontapé inicial. Na próxima terça-feira, tem início o mais tradicional torneio de futebol júnior do Brasil, a Copa São Paulo, considerada uma das mais importantes na revelação de talentos para os grandes clubes brasileiros.

Em sua 42ª edição, a competição já não tem o mesmo destaque da mídia – e dos próprios clubes – como antigamente. Um dos motivos apontados para esse aparente desinteresse é o inchaço do torneio. Neste ano, por exemplo, são 92 participantes, divididos em 23 grupos, espalhados por 23 sedes diferentes, todas no Estado de São Paulo.
Entre as sedes, há cidades conhecidas como Ribeirão Preto, e aquelas desconhecidas do grande público, como Louveira.
Já entre os times participantes, além dos tradicionais grandes clubes do eixo Rio-São Paulo, há equipes pra lá de humildes e desconhecidas. É o caso da Associação Acadêmica e Desportiva Vitória das Tabocas, da cidade de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata pernambucana. Ou, ainda, o Grêmio Atlético Sampaio, de Boa Vista (RR), que terá que viajar 4,6 mil quilômetros para disputar suas partidas, marcadas para Campinas, a 99 quilômetros da capital São Paulo.
Há ainda os times com nomes não muito convencionais, como o Primeira Camisa, de São José dos Campos, que disputa a quarta divisão do futebol paulista.
O futebol paranaense estará representado apenas pelas três grandes equipes da capital. O Paraná Clube está na Grupo B, com sede em Sumaré (a 120 quilômetros de São Paulo), ao lado da Ponte Preta de Campinas, do Sumaré (time local) e do Porto de Pernambuco.
O Coritiba caiu no Grupo J e vai mandar seus jogos na primeira fase na pequena cidade de Monte Azul Paulista (a 400 quilômetros de São Paulo), com apenas 32 mil habitantes. Enfrenta o Monte Azul, time da casa, que disputa a divisão de elite do futebol paulista, o Fortaleza (CE), e o Vila Nova de Goiás.
Já o Atlético Paranaense estará em Campinas. Seus adversários serão do Red Bull, time da casa que disputa a segunda divisão do futebol paulista, o desconhecido Sampaio de Roraima e o Juventus, time da capital paulista que já teve momentos melhores no futebol.
A Copa São Paulo começa na terça-feira e prossegue até o dia 25 de janeiro, aniversário de São Paulo, com a disputa da final, em partida única, no Estádio do Pacaembu.

(Portal O Diario.com)