Ceclin
abr 13, 2009 0 Comentário


Vitória empata e ainda respira

Publicado em 13.04.2009

Com o empate por 1×1 alcançado diante da Cabense, ontem, no Estádio Gileno de Carli, no Cabo de Santo Agostinho, o Vitória passa a depender de um triunfo, na última rodada do Pernambucano, para evitar o rebaixamento à Série A2. Se bater o Santa Cruz no domingo, em casa, se mantém na elite, independentemente dos demais resultados.
Até mesmo uma derrota pode salvar a equipe de Vitória de Santo Antão, desde que o Serrano perca ou, no máximo, empate com o Petrolina, no Estádio Cornélio de Barros. Todos os jogos serão no mesmo horário.
Com o empate de ontem, o Vitória se manteve fora da zona de degola. Tem 18 pontos, um a mais do que o Serrano – o Petrolina, com 12, é o único já rebaixado.
Sem chances de cair, a Cabense não aspira mais nada no Estadual. Está em sétimo na classificação geral, com 22 pontos. No returno, a equipe do Cabo de Santo Agostinho tem a pior campanha. Em dez jogos, empatou seis vezes e perdeu quatro.
Na partida de ontem, a Cabense até começou com tudo, dando a falsa impressão de que voltaria a vencer. Logo aos quatro minutos, Coringa abriu o placar, animando os torcedores. E o time seguiu jogando melhor que o adversário, criando chances, mas esbarrando na boa jornada do goleiro Jaílson.
O Vitória só reagiu no finalzinho da primeira etapa, quando Aleandro empatou, aos 39.
No segundo tempo, o Tricolor das Tabocas passou a equilibrar a partida, melhorando a marcação. Mas pouco criou. Embora não tenha demonstrado o mesmo ritmo, a Cabense teve as melhores chances.
Numa delas, Coringa foi derrubado dentro da área, mas o árbitro Cláudio Mercante não marcou o pênalti.
A Cabense jogou com três desfalques: Felipe (atacante), Aílton (lateral-esquerdo) e Alexandre (zagueiro). O time faz sua despedida do Estadual em casa, contra o Salgueiro.

(Jornal do Commercio).

LEIA MAIS:

GILENO DE CARLI: Cabense e Vitória empatam em 1×1

Degola // Serrano e Vitória lutam contra o rebaixamento