• Ceclin
nov 29, 2019 0 Comentário


Vitória de Santo Antão recebe mais uma oficina de Gestão Estratégica do MPPE

Promotores de Justiça das 10ª, 11ª e 12ª Circunscrições Ministeriais, com sedes em Nazaré da Mata, Limoeiro e Vitória de Santo Antão, respectivamente, se reuniram com a participação do secretário-geral do Ministério Público de Pernambuco (SGMP), promotor de Justiça Maviael Souza, membro do Comitê Gestor, unidade decisória da Gestão Estratégica, na quinta-feira (28/11), em mais uma oficina de desdobramento da Gestão Estratégica 2018-2023 da Instituição. O encontro, que faz parte do cronograma do ciclo do planejamento estratégico, teve como finalidade apresentar os projetos que estão sendo desenvolvidos no âmbito do MPPE e promover a adesão dos membros às iniciativas.

Na abertura da oficina, o secretário-geral do MPPE ressaltou a importância de os promotores se engajarem na execução do Mapa Estratégico institucional. “Esse trabalho permitirá que o MPPE atinja seu alvo, pois os projetos e boas práticas que compõem o portfólio de projetos ajudam os membros a atuar de forma rápida e com impacto positivo na vida da sociedade. Em suma, é o Ministério Público cumprindo sua missão institucional”, afirmou.

Ele também destacou que, mesmo diante dos desafios enfrentados pelo MPPE, a Instituição goza de respeito por parte da população. “Toda vez que o cidadão tem um problema grande, uma das primeiras portas em que ele vai bater é a do MP. Então, isso é uma mostra de que devemos seguir atuando. Um momento de diálogo como esse também cumpre esse papel, de conversarmos e entendermos que os problemas enfrentados nas Comarcas muitas vezes são parecidos. Em muitos desses casos, os projetos institucionais trazem uma solução já testada e aprovada, com todo o suporte da Administração Superior para que os promotores de Justiça na ponta consigam lidar com as situações”, complementou Maviael Souza.

Em seguida, a assessoria ministerial de Planejamento e Estratégia Organizacional, Sueli Nascimento, apresentou um histórico das etapas do Ciclo 2018-2023 do Planejamento Estratégico. “Já superamos as fases de preparação, quando ouvimos os segmentos sociais, membros e servidores para definir as prioridades; e da construção, quando definimos os objetivos estratégicos. Agora estamos executando os painéis de contribuição, que são uma metodologia voltada à formalização dos planos de atuação das Promotorias de Justiça, conforme exigido pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)”, explicou.

Vitória de Santo Antão recebe mais uma oficina de Gestão Estratégica

O portfólio de projetos institucionais foi detalhado pelo gerente ministerial de Programas e Projetos, José Arnaldo Guimarães. Além disso, ele e Sueli Nascimento apresentaram os projetos institucionais voltados para a atividade-fim, os painéis de contribuição nas áreas extrajudicial, judicial Cível, judicial Criminal e Centrais e Inquéritos, o material de apoio que está sendo disponibilizado e os indicadores que serão usados para medir a evolução das ações. Por fim, a Ampeo entregou aos promotores de Justiça presentes as minutas de adesão, para que cada um deles opte por, no mínimo, um projeto e um painel de contribuição para implementá-los nas Promotorias em que atuam a partir de 2020.

“Tivemos um avanço efetivo em relação ao ciclo anterior da Gestão Estratégica, que é acompanharmos a execução dos projetos e painéis de contribuição diretamente através do sistema Arquimedes, ao final de cada trimestre. Acessamos os indicadores diretamente pelos dados do sistema, logo não há mais a necessidade da Ampeo entrar em contato com cada promotor”, apontou Arnaldo Guimarães.

A última oficina de desdobramento da Gestão Estratégica em 2019 está prevista para ser realizada na cidade de Caruaru, no dia 9 de dezembro, reunindo membros das 4ª, 5ª e 6ª Circunscrições Ministeriais.

MPPE