Ceclin
abr 01, 2011 5 Comentários


Vitória de Santo Antão arquivada em tecnologia Hi-tech


Por Lissandro Nascimento

Um portfólio com mais de duas mil imagens do perfil sócio-histórico-cultural do Município da Vitória de Santo Antão foi lançado oficialmente na noite dessa quinta-feira (31), no Teatro Silogeu do Instituto Histórico e Geográfico da cidade.

Imagens do passado e de atualidades que marcaram o cotidiano do povo da Vitória de Santo Antão estão reunidas em um DVD organizado pela Editora Rubroveio, do jornalista e fotógrafo Marcus Prado. Vale destacar que parte destas imagens retratam cenas bucólicas de paisagens e momentos da vida urbana vitoriense, sob a ótica do fotógrafo em horas vagas. Prado encara esta atividade como um prazeroso hobby, que inclui suas impressões em conjunto com outras imagens antigas e recentes doadas por colaboradores no Município.
O DVD “Vitória de Santo Antão – para nunca esquecer, para sempre lembrar” – Volume 1, traz paisagens pitorescas e inacreditáveis do meio ambiente urbano e rural vitoriense, algumas que chamam a atenção do que foi ou do que ainda resta de belo na cidade.
Nelas, pode-se verificar o quanto houve de intervenção no ambiente urbano, com prédios em arquitetura singular não mais existentes, bem como prédios que ainda resistem ao tempo e ao desenvolvimento, hoje escondidos aos olhos de vitorienses desatentos.
Somado ao lançamento deste rico DVD, duas mulheres ligadas à história do Município receberam Certificados de reconhecimento da Editora. Prestigiando o evento esteve a artista nascida no Bairro do Cajá – em Vitória, Selma do Côco, que chegou com uma comitiva e foi bastante aplaudida pelos presentes. Outra homenageada, foi a cidadã vitoriense de 105 anos, Áurea Ferrer, matriarca do empreendimento PITU. Pelo fato de neste momento encontrar-se internada no Hospital particular do Recife, Áurea Ferrer foi representada pelo seu filho, o Biólogo e presidente do Instituto Histórico, Prof. Pedro Ferrer. Ambas receberam o Diploma “Patrimônio Vivo da Vitória de Santo Antão”. O terceiro homenageado in memorian foi o empresário vitoriense Jaime Beltrão, fundador do Grupo JB.
Bastante emocionada, Selma do Côco, 83 anos, agradeceu pela lembrança e afirmou que apesar de está morando no Grande Recife ainda possui uma grande afinidade com Vitória de Santo Antão. Salientou que aqui guarda boas lembranças de sua vida com seus pais e sente-se honrada em ser vitoriense. A sua comitiva ficou impressionada com a riqueza histórica que a cidade detém, retratadas neste portfólio digital.
por Lissandro Nascimento.
SERVIÇO:

DVD com imagens da Terra das Tabocas
da Editora Rubroveio
Preço: R$ 20,00

Pedidos pelo [email protected]