• Ceclin
jun 20, 2018 0 Comentário


Vitória contará com R$ 26 milhões para melhoria e ampliação do abastecimento d’água

Governador Paulo Câmara autoriza captar mais de R$ 337 milhões para obras de saneamento. Foto: Divulgação

Governador Paulo Câmara autoriza captar mais de R$ 337 milhões para obras de saneamento. Foto: Divulgação

Foram cadastrados 20 projetos no ultimo dia 18 no Ministério das Cidades

O compromisso do governador Paulo Câmara (PSB) em mudar a realidade do saneamento no Estado deu mais um passo na ultima segunda-feira (18/6), com a inclusão de 20 novos projetos para obras em várias regiões de Pernambuco, no valor de R$ 337 milhões. Ontem (19) o presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Roberto Tavares, detalhou ao governador e ao secretário de Planejamento, Márcio Stefanni, a lista das obras escolhidas para inscrição no processo seletivo definido pela Instrução Normativa nº 7 de 2018, do Ministério das Cidades, para financiamento com recursos do FGTS, por meio da Caixa Econômica Federal. A reunião ocorreu no Palácio do Campo das Princesas. “Esses investimentos vão garantir ações importantes de abastecimento de água e esgotamento sanitário de nosso Plano de Governo, se juntando ao maior programa de obras que a Compesa já executou, para melhorar a qualidade de vida de milhares de pernambucanos”, afirmou Paulo Câmara.

Dentro dos projetos apresentados, o Governo do Estado e a Compesa priorizaram obras de esgotamento sanitário nos bairros do Pina, Boa Viagem e Imbiribeira, Zona Sul do Recife, em Porto de Galinhas, município de Ipojuca, e na cidade Triunfo, no Sertão do Pajeú. Também estão na lista, dentre outras cidades, obras para melhoria do abastecimento de água de Fernando de Noronha, Vitória de Santo Antão, Salgueiro, Arcoverde e Custódia, no Sertão – para esta última cidade, está prevista a construção do Sistema Adutor partindo do Eixo Leste, para garantir segurança hídrica ao município.

Em Vitória de Santo Antão, são R$ 26 milhões para melhoria e ampliação do sistema de abastecimento d’água. Já na cidade de Pombos o mesmo investimento implicará o valor de R$ 13 milhões.

Na seleção ocorrida em 2017, 19 projetos de Pernambuco foram selecionados para serem executados com empréstimo do FGTS através do Governo do Estado e Compesa, totalizando quase R$ 1 bilhão de investimentos em saneamento. “Isso mostra nossa capacidade de elaborar projetos para captação de recursos e também de endividamento para investir em saneamento básico, aproveitando uma das poucas fontes de recursos que ainda estão disponíveis”, explica o presidente da Compesa, Roberto Tavares, pontuando que o cenário é de escassez de recursos do Orçamento da União. “Além de conseguir R$ 1 bilhão, estamos solicitando esses R$ 337 milhões para incrementar a carteira de investimentos da Compesa”, acrescenta Tavares. O resultado da seleção e respectiva contratação devem ser anunciados pelo Ministério das Cidades no mês de dezembro deste ano.

Outras ações apresentadas por Pernambuco são as obras de melhoria e ampliação dos sistemas de abastecimento de água de Olinda, Paulista e Araçoiaba, na Região Metropolitana do Recife; de Pombos, na Zona da Mata Sul; de Sertânia e Afogados da Ingazeira, no Sertão; e dos distritos de Sapucarana e Encruzilhada de São João, em Bezerros, no Agreste.

Ainda foram cadastradas propostas de elaboração de projetos importantes para melhoria e ampliação da infraestrutura dos sistemas de abastecimento de água das cidades de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Surubim, Gravatá, Bonito, Bezerros, Belo Jardim, Lajedo e São Bento do Una, cidades do Agreste que irão receber água por meio das obras da Adutora do Agreste, de Serro Azul, de Moxotó e do Alto Capibaribe. O Governo do Estado e Compesa também buscam nesse processo seletivo recursos para elaborar projetos de ampliação dos Sistemas Produtores de Suape e Tapacurá, além dos sistemas de abastecimento que atendem as cidades de Ipojuca, Moreno, Olinda e Jaboatão dos Guararapes.