Ceclin
jul 20, 2012 0 Comentário


Virtuosi homenageia Luiz Gonzaga com obra inédita

Blog do Caju

O IV Virtuosi Gravatá entra em clima de despedida neste final de semana com uma série de concertos especiais no sábado (21) e no domingo (22). O Ministério da Cultura e a Prefeitura de Gravatá apresentam a quarta edição do festival, que subiu a serra para levar grandes nomes da música para a Igreja Matriz de Sant’Ana, no centro da cidade. O festival teve início no dia 13 de julho e contou todos os dias com uma programação gratuita.

Neste sábado (21), o Virtuosi Gravatá possui duas sessões, com dois concertos, um às 11h e outro às 19h. Pela manhã, acontece o recital da violinista canadense Caroline Chéhadé acompanhada do pianista Vadim Serebryany. Reconhecida pela imprensa como “uma verdadeira violinista com uma técnica completa e sonoridade bem clara”, Caroline Chéhadé é vencedora de numerosos concursos, incluindo o Prix d’Europe. Formou-se com o Grand Prix do Conservatório de Música de Montreal e pela Manhattan School of Music e Mannes College. No programa estão obras de Mozart, Prokofiev, Dompierre e Sarasate.

No programa noturno, a Orquestra do Festival toma a Igreja Matriz de Sant’Ana, sob a batuta do Maestro Rafael Garcia. Para homenagear Luiz Gonzaga, o IV VIRTUOSI GRAVATÁ encomendou a obra “A Coragem e a Cara – Memorial Musical de Luiz Gonzaga” ao compositor paraibano Eli-Eri Moura. A obra, que tem texto de Tarcísio Pereira e está escrita para acordeom, viola, narrador, coro e orquestra, terá estréia mundial nesta ocasião.

 SAIBA MAIS AQUI.