• Ceclin
dez 02, 2008 9 Comentários


Vidas iluminadas

Por Isaltino Nascimento

Em 1987, quando o então governador Miguel Arraes adotou o programa de eletrificação rural como uma política de Estado prioritária muitos acharam que a meta de levar energia a todos pernambucanos era um sonho distante. Na noite de ontem, esse sonho foi concretizado. Pernambuco tornou-se o primeiro Estado do Norte e Nordeste a atingir sua meta do plano de universalização, atendendo a 100% das propriedades rurais.
O apoio do governo federal – que em 2004 deu início em todo o país ao Programa Luz para Todos, seguindo o exemplo de Arraes – foi fundamental. A meta inicial para o Estado era realizar 78.837 ligações, mas até o início de 2009 serão concluídas 85 mil, beneficiando 427,3 mil pessoas, num investimento de R$ 234,6 milhões durante o programa. Os municípios que receberam maiores investimentos foram Ouricuri, Araripina, Petrolina, Itaíba, Buíque, Barreiros e Águas Belas.
A conquista – certificada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ao governador Eduardo Campos e ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva – enche de orgulho a todos os pernambucanos. Iluminando não apenas casas, mas também as vidas de seus moradores.
Em 2007, quando assumiu o Governo de Pernambuco, Eduardo Campos também estipulou uma meta visando melhorar a qualidade de vida dos pernambucanos: levar água e saneamento para o maior número de pessoas no Estado. O que significa não apenas acabar com racionamentos históricos, mas também reduzir o número de doenças provocadas pela falta de rede de esgoto e de acesso a água de boa qualidade.
O chefe do Executivo assumiu o compromisso ciente de que este é um problema que precisa ser enfrentado com muito trabalho e grandes investimentos. Além dos recursos provenientes do Estado, Eduardo Campos também está trabalhando em parceria com o presidente Lula, com uma equipe específica para tocar as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) sem que haja atropelos.
Desta forma, atua para que num futuro próximo não falte à população um produto que é essencial à sobrevivência e à dignidade.

por Isaltino Nascimento, deputado estadual pelo PT e líder do governo na Assembléia, escreve para o Blog todas às terças-feiras.