Ceclin
abr 20, 2012 0 Comentário


Vereadores da Vitória de Santo Antão insistem em “batizar” ruas

Não saiu da anormalidade a sessão da Câmara de Vereadores da Vitória de Santo Antão da quarta-feira (18). Ao que demonstra que a maior preocupação dos nossos parlamentares resume-se a denominar ruas do município. Outros pontos foram tratados no plenário, porém não com tanto entusiasmo por parte dos vereadores quando se tratou por denominar as artérias da cidade.

Foram mais de 30 ruas com nomes alterados, porém a rotina foi quebrada pelo vereador Dr. Saulo (PSB), pelo qual contestou os nomes dessas ruas por falta de currículo das personalidades que seriam homenageadas nas placas, defendendo que estes deveriam estar anexados aos projetos quando apresentados à Mesa Diretora da Casa. Diante do exposto, o rebuliço na Casa Diogo de Braga foi grande, afinal para nada. Quem saiu à frente em defesa de alguns nomes, foi o vereador Frasão (PSD), separando algumas ruas do Sítio do Meio (um dos seus redutos eleitorais).

O vereador e líder do Governo na Câmara, Pedro Queiroz (PPS), pediu apoio político para a briga em disputa da Kraft Food ‘s, já que a mesma corre o risco de ser anexada ao município de Pombos, se transformando assim em uma grande perda para Vitória e a gestão do prefeito Elias Lira (PSD). Outro ponto lembrado por Queiroz foi o engavetamento dos 34 projetos de lei que foram entregues a Mesa Diretora desde o final do ano passado, que segundo ele, deveriam ser apreciados e votados no plenário, recebendo depois o apoio da grande maioria dos vereadores presentes.

Por fim, é lamentável constatar a ausência de produtividade dos 11 vereadores vitorienses na Casa em defesa dos anseios e necessidades da população vitoriense.

A próxima reunião será realizada na terça-feira (24), mas dessa vez pela manhã. A pauta será focada para a apreciação e votação do Plano de Cargos e Carreira (PCC), bem como o Estatuto do Servidor Público municipal.

Confira também:

Denominar ruas é a única novidade na Câmara de Vitória