Ceclin
Maio 04, 2010 2 Comentários


Vereadores criticam perseguição e o sistema de saúde em Pombos


A Câmara de Vereadores da cidade de Pombos dando seqüência ao seu período de reuniões, realizou na quinta feira (29), sua Sessão Ordinária. O Secretário José Roberto dos Santos (Beto da Ambulância do PR), registrou a presença de todos os vereadores.

Em seguida o Presidente da Mesa Diretora, Marcos Severino da Silva (Marcos de Porteira do PCdoB), declarou aberta a Sessão e solicitou que fosse lida a ata da reunião anterior que posteriormente foi aprovada por todos os parlamentares presentes.

O vereador Marcos de Porteira solicitou que fossem apresentadas para os parlamentares e ao público presente, as matérias que fariam parte do grande expediente.

O 1º Secretário iniciou pelo Requerimento nº 40/2010 de autoria do vereador Marcos de Porteira solicitando a gestão municipal que viabilize iluminação adequada para o retorno que liga a cidade de Pombos a BR 232, em seguida foram lidos os ofícios 165, 166, 169/2010 oriundos do poder executivo informando a sanção das leis referentes ao parcelamento das dívidas previdenciárias do município e o acréscimo de dois incisos na Lei nº 652/2004 relativa ao sistema previdenciário de Pombos.

Após a leitura dos ofícios e aprovação dos requerimentos, o presidente da Câmara finalizou o grande expediente iniciando o tempo livre para que os parlamentares pudessem fazer uso da Tribuna.

Da Tribuna, o vereador Beto da Ambulância cumprimentou o público presente e os colegas da Casa e comentou quanto a falta de iluminação do local onde foram construídas as vias de acessos para a BR 232 que apesar de ser da obrigação do Departamento de Estradas e Rodagens, afirmou que a prefeitura teria condições de iluminar a localidade.

Continuando, o parlamentar anunciou que a gestão municipal providenciou uma máquina e dois caminhões para recuperar as estradas da zona rural e também informou que teve notícias de que a rodovia que liga Pombos à comunidade da Usina Nossa Senhora do Carmo será reconstruída ainda esse ano.

Finalizando, o vereador parabenizou a gestão municipal pela construção de uma creche e da pavimentação feita em uma comunidade.


Em seguida, o vereador Manoel Marcos Alves Ferreira (Dr. Marcos do PTB) elogiou o requerimento do colega reforçando que é de extrema importância que se ilumine o referido local, pois a escuridão gera medo e insegurança para a população que precisa transitar pelos acessos escuros.

O Vereador informou a todos que o consultório médico existente na Associação foi suspenso por 30 dias a pedido da ANVISA, devido a falta de um Alvará que o médico está solicitando da Prefeitura de Pombos há oito meses sem sucesso, gerando problemas burocráticos além de dificuldades que alguns servidores públicos vêm impondo.
O vereador comentou também sobre as dificuldades em que se encontra a Maternidade, que segundo ele, há mais de um ano não se realiza procedimentos cirúrgicos, tendo que remover os pacientes para Vitória de Santo Antão e em casos mais sérios para Recife.

Usando a tribuna o vereador Joabes Gomes da Silva (Murilo Força Jovem do PR), que após cumprimentar o público presente, lembrou das dificuldades que foi em conseguir a iluminação pública na época. “Devemos cobrar dos órgãos competentes para que se faça um serviço de qualidade e não deixe pendências que venham a prejudicar a população”, cobrou.

Murilo também lembrou que a reforma da PE 58 já foi usada como artifício por candidatos em mandatos anteriores para conseguir votos e não se obteve resultado. Ainda lembrou dos paliativos que foram feitos na referida rodovia que tem mais de 30 anos de construção e nunca foi feito manutenção.

Sendo o último inscrito, o vereador José Chalegre de Farias (Chalegre Vereador do PMN), prestou solidariedade ao vereador Dr. Marcos no seu empenho em conseguir a documentação necessária para reativar o seu consultório, pois também sofre do mesmo problema que há meses não obtém resposta da Prefeitura atual sobre a sua convocação para ocupar sua vaga de Contador conquistada através do último concurso público, tendo que recorrer a Justiça para garantir sua vaga.

Mais uma vez denunciou a falta de remédios na rede pública de saúde nas comunidades, além de desejar que realmente a reforma da PE 58 fosse realizada ainda este ano.

Encerrado o Plenário, o Presidente da Câmara de Pombos convida a todos para a próxima Sessão marcada para o dia 06 de maio (quinta-feira próxima).

Por Orlando Leite.