Ceclin
Maio 03, 2010 0 Comentário


Vereador de Gravatá perde mandato

do Blog do Castanha

Agora é definitivo.
O Vereador Ademir Bernardino de Carvalho, o
Ademir de Gonçalo do PTB, perdeu seus direitos políticos e agora deverá ser comunicado oficialmente pela Mesa Diretora da Câmara Municipal de Gravatá, na reunião ordinária de amanhã, terça-feira, dia 4, de acordo com determinação da Justiça Eleitoral.

Na última quinta-feira, dia 29 de abril, a Mesa Diretora da Câmara analisou a defesa encaminhada pelo vereador e decidiu por manter a decisão da Justiça Eleitoral. O suplente de vereador José Agostinho (PTB) deve ser comunicado imediatamente da decisão e pode assumir a vaga deixada por Ademir, ainda esta semana, em sessão solene que pode acontecer sexta-feira, dia 7 de maio.

O vereador Ademir de Gonçalo eleito com 1.233 votos em 2008, perdeu seu mandato, por determinação do Superior Tribunal Eleitoral, que julgou – transitou em julgado – o recurso impetrado pelo político.

Ademir de Gonçalo disputou as eleições de 2008, depois de recorrer na Justiça Eleitoral para conseguir o registro de candidatura pela coligação PRB, PT, PTB e PP.
Por ter sido julgado e condenado na Justiça, pelo assassinato de Celso Andrade, em 1995, ele não poderia registrar uma candidatura. Mesmo assim disputou as eleições, ganhou mediante liminar, apelou para o STE e perdeu na última instância.

Num recurso conseguido pelo advogado, Valdemar Oliveira, a Justiça Eleitoral permitiu que a Câmara de Gravatá observasse um documento de defesa do vereador e emitesse um parecer. De nada adiantou. Ademir está com seus direitos políticos suspensos e perdeu o mandato de vereador.