• Ceclin
mai 16, 2011 0 Comentário


Ventisol: De vento em popa

A Ventisol, empresa que irá se instalar em Vitória de Santo Antão, no próximo ano, possui uma meta de atingir a venda de 250 mil produtos em 2011 e dobrar a produção no ano de 2012.


Republicado devido a problemas técnicos do Blogger.

Promover conforto ao consumidor e lucro aos seus parceiros comerciais são regras gerais na fábrica de ventiladores e exaustores, Ventisol. Porém, a maior preocupação de Carlos Meyer, um dos sócios da empresa, é proporcionar bem estar e desenvolvimento aos colaboradores.
Ele não se cansa de elaborar estratégias para que isso seja estabelecido, um bom exemplo disso é o refeitório que está sendo montado na nova fábrica que será instalada em Vitória de Santo Antão, e que terá espaço para as 59 pessoas almoçarem juntas. De início, um restaurante será contratado para o fornecimento e entrega dessas refeições mas, o no projeto já inclui a construção de uma cozinha industrial, para que os funcionários desfrutem de todo o serviço auxiliar, assim ficará visível o cuidado com a sua equipe e colaboradores.
O seu fundador, Alexis Suren Tcholakian, tinha conhecimento na construção de motores e acima de tudo iniciativa, coragem e perseverança na busca por conhecimento e, o que era uma pequena empresa de assistência técnica de máquinas, se tornou a Ventisol, empresa catarinense que nasceu de pequenos sonhos e hoje vende 1 milhão e 300 mil peças por ano.
Inicialmente foram exaustores, depois vieram os ventiladores de teto e comerciais em seguida passando para ventiladores residenciais, que tornou-se o carro-chefe da empresa. Na visão de Carlos Meyer, o Brasil passa por um momento de muitas oportunidades, existe muito mercado para ventiladores e outros eletrodomésticos independente da sua marca, mas não esquecendo que preço e qualidade são fatores imprescindíveis.
O calor, clima predominante no nordeste, é um forte aliado desta empresa. Em determinada época do ano este produto falta no país inteiro, mas por se tratar de um produto sazonal, no inverno se faz estoque para atender a demanda do verão.
Vagas de soldador, auxiliar de produção, pintor, supervisor operacional e de processos serão abertas no próximo ano e serão treinados internamente tornando essas contratações menos exigentes que o de costume, visto que, a sua metodologia é específica.
A ideia inicial é de que a empresa inicie suas atividades com 50 colaboradores em Vitória e, que em breve chegue a 90 mas, quem vai determinar o crescimento dessa empregabilidade é o mercado regional, pois a meta é de atingir a venda de 250 mil produtos em 2011 e em 2012, esse número aumentará em 100%.
“O Estado de Pernambuco está geograficamente privilegiado na região nordeste e Vitória de Santo Antão da mesma forma para com Pernambuco, por isso, quero investir nesta cidade”, disse Carlos Meyer que tem previsão de ver em 12 meses, a Ventisol em pleno funcionamento em uma área de 2 hectares, pois diz encontrar no prefeito da cidade, Elias Lira, uma contribuição vital para o sucesso da empresa.

(Gazeta do Estado).