Ceclin
out 27, 2021 0 Comentário


Veículo de motorista de APP que sumiu é achado capotado e com corpo dentro

A placa do carro é a mesma do veículo utilizado pelo motorista de aplicativo, que estava desaparecido – Foto: Divulgação / PRF

O automóvel foi achado fora da rodovia, em um local de difícil visualização

O carro do motorista de aplicativo Wendell Higor Santos de Almeida, de 27 anos, foi encontrado na tarde desta quarta-feira (27.10), no Município de Pombos, no Agreste de Pernambuco. Um corpo em estado de decomposição foi achado dentro do veículo de Placa NPU-5065. O homem esteve desaparecido desde o dia 19 de outubro.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Pernambuco, por volta das 15h10, o órgão recebeu a informação de que um carro modelo Renault Megane prateado foi encontrado capotado fora da rodovia, em um local de difícil visualização, no quilômetro 63 da BR-232. A Polícia Civil de Pernambuco e o Instituto de Medicina Legal (IML) foram acionados.

A placa do carro é a mesma do veículo utilizado pelo motorista de aplicativo e estudante de Educação Física, que estava sendo procurado pelos familiares e foi visto pela última vez na cidade da Vitória de Santo Antão, na Mata Sul. Segundo a família, uma ex-namorada teria relatado que ele seguiu para Bezerros, no Agreste do Estado, em viagem para trabalho. Desde então, ninguém consegue entrar em contato com Wendell.

Uma câmera de segurança do estabelecimento no bairro do Maranhão, em Vitória, registrou o momento em que Wendell Higor estaciona o veículo na via e desce do seu carro à noite. O rapaz aparece descalço, checa o motor e em seguida segue viagem. A família relata que Wendell Higor é muito apegado a eles e que passaram juntos o dia 19. À tarde, o homem levou a mãe para o trabalho, em Gravatá, e depois a deixou em casa por volta das 19h. “Quando estávamos voltando para casa, ele disse que estava sentindo uma angústia, um aperto no coração”, relatou a mãe de Higor.

A família havia procurado a Polícia Civil e registrou um boletim de ocorrência. O irmão do motorista, Hiago Santos, disse que o rapaz costumava dar notícias das viagens que fazia, por isso o desaparecimento tem preocupado tanto quem conhece o estudante.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que está investigando como “morte a esclarecer” de um encontrado em avançado estado de decomposição em um carro, na BR-232. “O Instituto de Criminalística (IC) foi acionado e o corpo será encaminhado ao IML para perícia tanatoscópica”, informou.

A Delegada Gabrielle Nishida revelou a Imprensa que a família confirmou que é o corpo do motorista de aplicativo que estava desaparecido desde o dia 19 de outubro. Segundo o repórter Waldson Balbino, que está no local onde o corpo foi encontrado, o pai da vítima reconheceu o filho por causa da roupa.