Ceclin
out 03, 2012 0 Comentário


Vavá Rufino denuncia “conspiração antidemocrática” contra sua candidatura à prefeitura de Moreno

Blog Inaldo Sampaio

Vavá Rufino – Crédito: Blenda Souto Maior/DP/D.A Press

O ex-prefeito de Moreno, Vavá Rufino (PSDB), enxerga uma “conspiração antidemocrática” do seu próprio partido contra o seu desejo de disputar a prefeitura pela quinta vez nas eleições de domingo próximo.

Vavá briga internamente contra o próprio PSDB, que decidiu por meio da cúpula que o seu candidato lá não é ele e sim Adilson Gomes Filho, o “Dilsinho” (PSB).

O tucano recorreu ao TRE e perdeu a parada mas entrou com novo recurso no Tribunal Superior Eleitoral, que, por decisão monocrática do ministro Marco Aurélio, arquivou o recurso, sem julgamento de mérito, porque ele foi protocolado fora do prazo (intempestivo).

Adilson Filho acha que Vavá perdeu o prazo, “de propósito”, para depois alegar no município que só não foi candidato porque a Justiça não deixou.

“Ele (Vavá) é assistido por um escritório que tem 10 advogados, entre os quais Delmiro Campos, que é um dos melhores de Pernambuco. Como é que esse pessoal perderia um prazo na Justiça? Não dá para acreditar”, declarou o socialista.