Ceclin
jun 24, 2010 4 Comentários


Vândalos incendeiam garagem e roubaram telhados do Clube o Camelo

Um suspeito incêndio levou pânico para os moradores da Rua Anísio Costa que fica próximo a Prefeitura da Vitória de Santo Antão. Chamas tomaram conta da garagem do Clube Vassouras o Camelo por volta do meio-dia deste feriado de São João (24), onde se confeccionam os seus carros alegóricos. Toda a estrutura dos carros alegóricos que desfilaram no Carnaval 2010 foi destruída pelas chamas. O fogo foi contido a tempo pelo Corpo de Bombeiros que evitaram com que as chamas tomassem proporções ainda maiores no local.

Há duas fortes suspeitas para as causas do incêndio: usuários de drogas, que segundo vizinhos, aproveitavam uma brecha do portão e a falta de segurança da garagem do Clube, para transformar o local em gueto de “maconheiros”. A segunda hipótese, segundo os diretores do Clube, seria um ato criminal possivelmente praticado por alguém interessado na destruição do Clube o Camelo.

SERÁ O FIM DO CLUBE O CAMELO?

Eraldo Boy, presidente do Camelo, contou que o Clube já vinha há algum tempo com dificuldades de manutenção, atestando que um dos clubes mais tradicionais do carnaval vitoriense estava falido. “Em outros momentos já tivemos ações de vândalos por aqui. Roubaram as fiações elétricas, dois geradores dos carros alegóricos, e agora grande parte do telhado do salão central. Não temos como melhorar a segurança do local, a estrutura física está comprometida”, afirmou.

O Clube Vassouras o Camelo detém um processo judicial que corre há mais de 18 anos, movido pelo proprietário do antigo Silva & Silva Supermercados que cobra uma valiosa indenização por danos materiais. Segundo informações, o valor ultrapassa todo o patrimônio que ainda resta do Clube o Camelo. O antigo supermercado ficava no prédio ao lado do Camelo, onde até semana passada estava alugado para a Igreja Universal do Reino de Deus. Segundo informações, o proprietário do prédio cancelou o contrato de aluguel que permitia o funcionamento da Igreja Universal neste grande prédio vizinho ao Clube.

Conforme fotos, o Blog registrou a total degradação do Camelo. Tivemos oportunidade de mostrar em outro momento o sucateamento do Clube. Quase 80% do telhado já não existe, segundo Eraldo Boy, roubados por desconhecidos. Ele não soube precisar quando aconteceu o roubo, se dias antes ou durante o incêndio, já que foi perceber o desaparecimento do telhado apenas agora.

Quanto ao fato de haver desabrigados da Enchente da semana passada em Vitória alojados no Clube, esta informação não procede.

“É muito estranho este incêndio. Não tem como acontecer curto circuito, pois não existe fiação elétrica na garagem. Tentei inúmeras vezes melhorar a estrutura física do Clube, mas infelizmente ninguém me ajudou”, lamentou Eraldo Boy, que estava acompanhado de Raleu, presidente do Clube Carnavalesco A Zebra. Eles ajudaram os bombeiros a identificar focos de incêndio e retirar materiais inflamáveis que restavam na garagem. Após, Eraldo Boy se dirigiu até a Delegacia da Vitória de Santo Antão para registrar queixa e pedir intervenção policial para acelerar investigações com relação ao incêndio e roubo na estrutura física do que ainda resta do Vassouras o Camelo.

Por Lissandro Nascimento.

LEIA TAMBÉM:

http://avozdavitoria.blogspot.com/2008/11/sos-clube-o-camelo.html