Ceclin
jul 31, 2010 0 Comentário


Uma questão de postura

Obesidade, postura e fraqueza dos músculos podem ser as causas

por BR Press

Um estudo realizado pela Escola Nacional de Saúde Pública, com 12.423 entrevistados, indica que aproximadamente 36% da população brasileira sofre com dores nas costas.
Destes, apenas 68% procuram tratamento para o problema, considerado um dos mais prejudiciais à saúde, por afetar diretamente a qualidade e o estilo de vida, impossibilitando a realização de atividades simples como trabalhar ou praticar esportes.

Para o médico Pedro Augusto Deja Teixeira, neurocirurgião do Instituto Paulistano de Neurocirurgia e Cirurgia da Coluna Vertebral, um dos motivos que levam as pessoas a fugirem do tratamento deste problema que, segundo a Organização Mundial da Saúde atingirá, em algum momento da vida, oito a cada dez pessoas da população mundial, é o medo.

“No passado, em muitos casos as soluções eram piores que os sintomas. Sendo assim, o fato de muitos pacientes não procurarem orientação médica se deve ao receio de uma possível complicação com o tratamento que será indicado”.

Novas opções – O especialista explica que novas técnicas foram criadas, tornando o tratamento menos agressivo e doloroso, além de mais eficiente. “Os procedimentos minimamente invasivos requerem menor tempo cirúrgico e de internação, geram menor dano tecidual e, consequentemente, menor perda sanguínea”.

Porém, o médico ressalta que na maioria dos casos a mudança do estilo de vida é suficiente para melhorar os sintomas da doença. “Fatores como obesidade, postura e fraqueza dos músculos da região são fundamentais para se ter uma saúde perfeita, ainda mais quando o assunto é coluna”, afirma Teixeira.