Ceclin
jun 20, 2016 0 Comentário


UFPE lidera ranking de universidades no Norte e Nordeste e é 15ª no Brasil

ufpe

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) é considerada a melhor instituição de ensino superior do Norte e Nordeste. Quem afirma é o QS University Ranking 2016. A UFPE ficou na 15ª colocação no Brasil. Em um ano, subiu uma posição na tabela nacional. Na lista, a Federal de Pernambuco aparece em 44º lugar na América Latina, duas posições melhores em relação ao levantamento anterior. A UFPE tirou uma nota-geral de 67,8. O ranking QS também classifica as instituições por área. Na edição deste ano, mais uma vez o destaque da UFPE é para área de Estatística e Pesquisa Operacional, que ficou classificada entre as 200 melhores do  mundo. Em Ciência da Computação e Sistemas de informação ocupa espaço entre as 250 mais bem qualificadas do planeta.

A QS é uma empresa britânica chamada Qauacquarelli Symonds (QS). Ela realiza um dos levantamentos mais prestigiados do mundo e divulga o ranking mundial e também por região. No topo da lista em todo o mundo está MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts). Em segundo lugar, ficou a Universidade de Harvard (EUA) e em terceiro, Universidade de Cambridge (Inglaterra). No Brasil, a liderança é da Universidade de São Paulo (USP). A instituição ficou ainda em 143º lugar no ranking mundial, e em 9º na classificação entre os países do Brics (Rússia, Índia, China, África do Sul e Brasil). Quando consideradas apenas as brasileiras no ranking latino-americano. Entre os Brics, a UFPE fica na 74ª posição.

Critérios
A empresa britânica usa cinco critérios de avaliação:  em reputação acadêmica, a UFPE tirou nota 67,2. No quesito relação aluno/professor ficou com 59.6. Também foram analisados citações por artigo (59,4), artigos/professor (89) e artigos com colaboradores internacionais (93.4). No ranking mundial, que a UFPE ocupa a posição 701+, e são avaliados mais três critérios: Reputação do Empregador (20%), Percentual de professores com doutorado (10%) e Impacto na web (5%).

As outras instituições brasileiras entre as melhores da América Latina são a Unicamp (2ª), UFRJ (5ª) e a UnB (9ª). Com exceção da UnB, que subiu uma posição em relação ao ano passado, todas as outras já ocupavam o mesmo lugar no ranking de 2015. O Brasil continua dominando o ranking latino-americano. Entre as 300 universidades que entraram no ranking, 76 são brasileiras.

G1/PE