Ceclin
out 09, 2012 3 Comentários


TSE poderá alterar composição da Câmara de Vitória de Santo Antão

Foto montagem: Blog Nossa Vitória.

Caso se concretize, seriam beneficiados os candidatos Everaldo Arruda (PDT), o radialista Jota Domingos (PTC), o empresário Zé da Juliana (Coligação PT/PCdoB/PV), e o líder comunitário Xanuca do Lídia Queiroz (PMN)

Com o resultado das Eleições 2012 em Vitória de Santo Antão, que garantiu a reeleição do prefeito Elias Lira (PSD), totalizando 39.332 (50,90%) votos válidos, permitiu ao Executivo deter o apoio político da maioria dos vereadores eleitos para a Casa Diogo de Braga.

Disputaram o pleito precisamente 136 candidatos a vereador para 11 vagas na Câmara vitoriense. Eleitos estão Bau Nogueira (PSD), Novo da Banca (PSD), Irmão Duda (PSDC), Dr. Saulo (PSB), estes três últimos renovarão os seus mandatos; renovam a Câmara, Sandro da Banca  e Geraldo Filho (ambos do PTC), Edmo Neves e Edinho (ambos do PMN), Edvaldo Bione (PMDB), fechando com Toninho e Danda da Feijoada (ambos do PR), portanto, onze no total.

Contudo, a Coligação PT/PCdoB/PV entrou com Recurso Eleitoral durante o pleito solicitando o cumprimento para o aumento de 15 vagas para o Legislativo local. Tanto na 1ª quanto na 2ª instâncias foram negados sob a alegação de que este aumento de 11 para 15 não havia cumprido o meio legal para esta majoração. Agora, o Recurso Eleitoral encontra-se nas mãos do ministro Marcos Aurélio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que está agendado para entrar na pauta nesta semana.

Caso o TSE aprove o número de 15 vagas para a Câmara de Vereadores da Vitória de Santo Antão, a composição da Casa contaria com mais quatro parlamentares.

Diante do fato, a Justiça Eleitoral local teria que refazer os cálculos do quociente eleitoral e determinar a diplomação de mais quatro. De acordo com os cálculos feitos pelo nosso Colunista Elias Martins, todas as coligações fariam um parlamentar. Neste caso quem entraria seriam: Everaldo Arruda (PDT) que ficou fora da Casa, o radialista Jota Domingos (PTC), o empresário Zé da Juliana (Coligação PT/PCdoB/PV), e o líder comunitário Xanuca do Lídia Queiroz (PMN).

Portanto, aguardemos o parecer final do Tribunal Superior Eleitoral.

 Saiba mais AQUI.