Ceclin
fev 28, 2020 0 Comentário


TSE cassa mandato de vereadora em Amaraji

Salomão TSE

Uma vereadora eleita em 2016, na cidade de Amaraji, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, teve o mandato cassado pelos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na quinta-feira (27/02). Além dela, o segundo colocado na votação para a Prefeitura da cidade, Juninho Gouveia, e o candidato a vice-prefeito Edson Gersino, também foram declarados inelegíveis.

O plenário julgou um recurso de Glória Maria de Andrade Gouveia, vereadora pelo PSB de Amaraji, e de Josaildo Gouveia da Silva Júnior,  acusados de praticarem abuso de poder político e econômico, abuso de autoridade, bem como compras de votos. De acordo com o processo, eles teriam participado de distribuição irregular de alimentos no Município, além de desvirtuarem um bloco de carnaval, em Amaraji, para realizarem campanha eleitoral antecipada.

Para o Ministro Luis Felipe de Salomão,  relator do caso, as irregularidades na festa ficaram comprovadas. “Quanto ao bloco da Banana, as circunstâncias de se cuidar de eventos tradicional, é incapaz de se só de afastar o abuso. Cabe verificar caso a caso, se a festividade foi objeto de manipulação com intuito eleitoreiro. O desvirtuamento e a repercussão são manifestos, pois, primeiro, em 2016 o mascote do bloco continha a letra (J), em referência ao nome do pré candidato a Executivo e o número 40. Segundo, as camisetas comercializadas para o público, que também continham o mascote era de cor amarela. Terceiro, de acordo com o TRE (Tribunal Regional Eleitoral de PE) a pretensa candidatura a chefia do Executivo já era de conhecimento notório da população da cidade”, constatou  o ministro. Ao analisar as distribuições de alimentos, o relator afirmou que houve irregularidade, mesmo que a conduta não tenha sido praticada em período eleitoral.

Segundo a defesa dos imputados, o caso cabe recurso. Com a decisão, poderá assumir o mandato o comerciante José Mário de Oliveira, conhecido por Laércio da Verdura que obteve 527 votos pela coligação na época – Construindo Uma Nova Historia I, composta pelos partidos PSB / PRB / PMDB.

com informações da TV Justiça.