Ceclin
Maio 17, 2011 0 Comentário


Trabalhadores param e fazem protesto

Trabalhadores em educação de 41 entidades de todo o País ligadas à Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) paralisaram as atividades e fizeram um protesto em frente ao Congresso Nacional por melhores condições de trabalho e pelo cumprimento do piso salarial nacional. Os trabalhadores também reivindicam a aprovação ainda este ano do Plano Nacional de Educação (PNE) e a aplicação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) na área.

Ontem, cerca de 150 professores visitaram o gabinete dos parlamentares para entregar o documento com as principais reivindicações dos profissionais. Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou constitucional a lei que criou, em 2008, o piso do magistério.
Para o presidente da CNTE, Roberto Leão, agora é preciso fazer com que a lei seja respeitada. “Vamos falar com o ministro da Educação, Fernando Haddad, para que o MEC use seu poder com os prefeitos e governadores, para que seja respeitado o piso nacional dos professores”, afirmou Leão. A CNTE vai manter a mobilização de profissionais da educação durante toda a semana.

(Folha de Pernambuco).


REPUBLICADO DEVIDO A PROBLEMAS TÉCNICOS DO BLOGGER.