Ceclin
out 30, 2020 0 Comentário


Toninho Nascimento promete construir hospital e sanear toda a Vitória de Santo Antão

Por Lissandro Nascimento

Vereador de oposição com perfil denuncista na Casa Diogo de Braga, Antonio Gabriel do Nascimento, de 42 anos, conhecido por Toninho Nascimento, fez questão em tecer críticas aos dois principais pólos políticos da Vitória de Santo Antão quando foi o último candidato a prefeito entrevistado pelo Blog do Cristiano Pilako na noite da quinta-feira (29/10), acompanhado do seu vice Josivaldo Pinheiro de França, 44 anos. As sabatinas foram promovidas pelo vitoriense Blog do Pilako com os candidatos a Prefeito e Vice da Vitória, através de live’s via canal do seu Youtube.

A chapa “Coragem para mudar” com Toninho-Josivaldo concorre pelo Cidadania (antigo PPS), que tem como dirigente estadual o Deputado Federal Daniel Coelho. Toninho, vereador em segundo mandato, começou sua atuação social militando na juventude católica. Casado, pai de 03 filhos, o político garantiu uma vaga no Legislativo obtendo no último pleito 1.502 votos. Ele exercia como atividade profissional a função de pintor de automóveis. O parlamentar já foi filiado ao PRP, PR, PROS, PRB e agora se encontra no Cidadania. O vereador tem o Bairro Jardim Ipiranga e adjacências como as localidades que receberam especial atenção durante seus mandatos. Parte de seus projetos na Câmara Municipal teve um caráter de pauta conservadora. O vice Josivaldo é Agente Comunitário de Saúde há 19 anos e formou-se como Enfermeiro. Casado, pai também de 03 filhos, foi adotado pela sua atual família.

Para dissipar de vez ‘os boatos’ da suposta retirada de sua candidatura a prefeito, Toninho foi taxativo em afirmar que segue competindo até o dia 15 de novembro para ajudar, segundo ele, desmascarar os dois principais pólos políticos na cidade. “Paulo Roberto quer ser o novo se utilizando do azul e escondendo a cor amarela de seu aliado Elias Lira. Ele é o amarelo disfarçado! O cidadão vitoriense que vota na nossa chapa não quer nem Aglailson e nem Paulo-Elias. Eles queriam me comprar e até ofereceram a vaga de vice-prefeito, mas não sou covarde para desistir. Vou cumprir ao lado do meu vice o desejo de Deus e de meu grupo político”, vaticinou o candidato.

Os candidatos deram nota baixíssima ao governo Aglailson Júnior e lamentaram que a prática das famílias que fazem rodízio no Poder local é a mesma. “Eles sempre usam o discurso da prefeitura falida que tem rombo nas contas públicas. Elias e Aglailson atendem a mesma cartilha”, tascou Toninho complementando: “Nesta eleição todos nós temos a chance de derrotar numa tacada só quatro líderes (Elias-Paulo-Aglailson-Henrique) que governaram e que em 2021 não pisarão na Prefeitura. Já pensou como seria bom?!”, apostou.

“Um prefeito que não respeita e não paga como justo patrão os direitos dos seus servidores não merece ser reeleito. Até hoje os Agentes de Saúde aguardam equiparação salarial e nada dessa administração. Ele desrespeita o servidor público e automaticamente desrespeita o povo, provando que não tem compromisso com a coisa pública”, apontou Josivaldo Agente de Saúde. “Os que prometem melhorias para Vitória são os mesmos há décadas. Quem de fato é o novo na política local é a gente que quer mudar e trabalhar de verdade”, avalizou.

Toninho considera uma farsa a promessa de Paulo Roberto (MDB) em instituir o ‘Renda Mínima’ voltada aos mais carentes de Vitória. “A Prefeitura não é Casa da Moeda para ter dinheiro sobrando. O nosso orçamento municipal tem limitações legais que engessam a máquina pública. Não vou mentir para o povo”, salientou. Com relação à promessa feita pelo candidato do MDB em construir 15 Creches: “Eles são mentirosos! Implantar as Creches só é possível com recursos do Governo Federal e cada município tem uma meta a cumprir. Tanto Elias quanto Aglailson foram irresponsáveis nos projetos técnicos e já éramos para ter pelo menos cinco Creches em Vitória. Assim que nós assumirmos a Prefeitura todos os terrenos que foram invadidos e que deveriam dar lugar as Creches serão retomados e voltarão a pertencer ao Município”, crivou Toninho.

O Plano de Governo do Cidadania adota como carro-chefe o setor da Saúde e do Saneamento Básico, em especial ao esgotamento sanitário de toda a cidade, pelo qual prometeu sanear toda sua área urbana, bem como a viabilização da construção de um hospital público municipal. Aproveitou também para chamar a responsabilidade da Compesa diante do alto número de esgotos a céu aberto.

Os candidatos ainda pretendem estimular Escolinhas de Futebol nos Bairros e instituir o Bolsa Atleta, voltado a dar assistência aos desportistas vitorienses, ações que subsidiarão a inclusão social, além de colocar em prática a Lei Municipal que trata desse tema. Propõem a construção do Ginásio de Esportes da ‘Luta de Contato’ a ser instalado no terreno da CAGEPE, no Maués, bem como ampliar os efeitos da Lei Municipal Duda da Passira que incentiva o trabalho dos artistas de Vitória, ambas as Leis de autoria do parlamentar.

A chapa Toninho-Josivaldo pretendem trazer para Vitória a implantação via Governo Federal da Escola Cívico-Militar, bem como informatizar laboratórios e bibliotecas públicas da cidade. Sobre o nosso Sítio Histórico, eles pretendem intervir no Monte das Tabocas para criar um modelo parecido com Serra Negra, em Bezerros, bem como articular com o Exército a ida da sede do Tiro de Guerra para lá. No entanto, o candidato não explicou como seria isso, tendo em vista que há uma Lei Estadual que impede fazer intervenções no Monte das Tabocas, apenas revitalização.

Toninho Nascimento não deixou claro como, se eleito, irá intervir no trânsito do centro comercial e na qualificação do transporte público urbano. O candidato defende uma Cooperativa dos Donos de Ônibus para levantar incentivos financeiros a fim de reformar para uma frota padronizada, dizendo que não mexerá nas atuais concessões públicas. “É preciso entender que Vitória vive uma realidade diferente de outros grandes centros urbanos. O fato é que o nosso sistema de transporte coletivo é limitado e há uma demanda de usuários também limitada para suprir os investimentos necessários. Os coletivos também são vítimas das péssimas condições de nossas ruas e estradas. Não estamos ainda no patamar para fortes intervenções”, avalia ele. Ainda sobre o Centro da cidade, o candidato prometeu reformar os quatro mercados públicos e resgatar as Praças 13 de Maio e da Bandeira, porém não detalhou como seria isso. Ainda prometeu “resgatar” a Praça da Matriz às famílias e transformar a Praça Leão Coroado, no Centro, em um ponto de lazer para a juventude.

No setor da Saúde, ambos defendem a abertura das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) no período noturno, dizendo que o SUS já absorve tal iniciativa. Josivaldo, inclusive, garantiu que a Prefeitura tem possibilidade sim de ter seu hospital municipal.

“Confesso que no meu primeiro mandato na Câmara cometi alguns erros, sobretudo em não denunciar as irregularidades do ex-prefeito Elias Lira, apesar de que hoje todos vêem que melhorei na função de fiscalizar como todo parlamentar tem que ser. Houve sim desvios no setor da Saúde nesses últimos governos, mas não me deixaram investigar. Caso eleito, farei auditoria nas contas da Secretaria Municipal de Saúde”, asseverou Toninho durante a sabatina.

O parlamentar relatou que tentou criar a CPI da Saúde para investigar desvios de recursos e a utilização da rede de exames laboratoriais de Vitória por aliados políticos de Aglailson Júnior que vinham de outras cidades. Ele contou que a demissão de Teresa Priori da Secretaria Municipal de Saúde, atual vice do candidato a prefeito Antônio de Lemos, foi em razão, segundo ele, do atual prefeito forçá-la a assinar documentos ilegais.

Pilako como historiador formado que é, lembrou a Toninho que desde a década de 1950, nenhum vereador, exceto os pertencentes à família Querálvares, conseguiu ser eleito prefeito de Vitória. “Nasci para fazer história! Sabemos que há um preconceito com a nossa campanha porque sou pobre, mas não sou maluco como alguns falam. Hoje tenho oportunidade de oferecer aos eleitores que temos a chance de tirar dois grupos para nunca mais voltarem ao Poder. Sinto-me um vencedor hoje independente do resultado final e tenho me colocado para enfrentar esses caras que querem se perpetuar no Poder. Venceremos! Sou um cara de fé!”, finalizou.