Ceclin
mar 13, 2012 0 Comentário


Teresa Leitão aprova medidas tomadas pelo Governo voltadas à mulher

Dia Internacional da Mulher é pauta do Mesa Redonda, porém prejudicada por falta de energia elétrica

O Mesa Redonda da sexta-feira (09), registrou o Dia Internacional da Mulher, debatendo a questão da mulher no Século 21, os avanços e desafios colocados na questão de gênero no Brasil. Contou-se com a participação de Clícia Roberta – professora e diretora do SINTEPE regional, da comunicadora Aninha Marques e a participação por telefone da deputada estadual do PT – Teresa Leitão.

Abrindo o debate, a deputada falou dos principais pontos da luta das mulheres ao decorrer dos anos no País, bem como as medidas tomadas pelo Governo Federal.

Teresa Leitão citou a importância desta data para todas as mulheres, não só do Brasil, mas do mundo inteiro. “Não é apenas um dia de comemoração é também um dia de luta”, ressaltou a deputada. A alteração da Lei Maria da Penha, onde se propõe da não necessidade da própria vitima fazer a acusação contra o agressor, mas sim qualquer pessoa que presencie o ato. “As mulheres precisam perder o medo de denunciar”, afirmou Tereza, acreditando que a mudança da lei terá um avanço. As medidas tomadas pela Presidente Dilma Rousseff (PT), que ampliam a assistência à saúde da mulher e define regras de acesso ao Bolsa Família, foram aprovadas pela parlamentar.

No meio do debate, o Programa Mesa Redonda acabou prejudicado por falta de energia elétrica no Bairro Universitário, interrompendo então a programação da Rádio Tabocas FM (98,5), área onde ocasionalmente ocorre quedas de energia, situação que deveria já ter sido resolvida pela Companhia Energética de Pernambuco (CELPE). Um debate onde tinha tudo para ser mais um grande passo na luta pela igualdade entre mulheres e homens foi prejudicado pelo descompromisso desta empresa em resolver um antigo problema na localidade.