Ceclin
ago 02, 2017 0 Comentário


“Temer saqueou o País para se manter no poder”, diz Humberto

Foto_ Roberto Stuckert Filho. Senador Humberto Costa

Após a rejeição da denúncia de corrupção da Procuradoria Geral da República contra o presidente Michel Temer (PMDB), o líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT), fez duras críticas ao esquema montado para convencer os parlamentares a votar a favor do peemedebista. Para ele, Temer transformou a Câmara dos Deputados numa feira livre e que quem “vendeu o voto agora vai pagar caro na próxima eleição”.

“O que vimos ontem foi um escárnio. Um mercado aberto aos olhos de quem quisesse ver em que parlamentares trocaram suas convicções por dinheiro. O País vive à míngua, a saúde está um caos, tem universidade pública fechando as portas, os programas sociais estão acabando um a um. Enquanto isso, Temer gasta os bilhões do País em negociatas. Ele saqueou o Brasil para se manter no poder”, disse Humberto.

Para o senador, a decisão da Câmara dos Deputados vai de encontro ao desejo da população. Michel Temer é o presidente da República mais rejeitado da história do Brasil. Pesquisas de opinião mostram que Temer tem uma aprovação de apenas 2%.E foi o primeiro nome da história do País a ser denunciado no exercício do cargo.

“Manchamos ontem a nossa história. Temer comprou votos como quem compra banana. Transformaram a cadeira de deputado federal em um negócio e envergonharam todos os brasileiros que desejavam a saída desse presidente ilegítimo. Na biografia nacional vai ter um capítulo triste do tempo em que um usurpador foi capaz de fazer qualquer coisa para se manter no cargo. Cargo a que chegou depois de trair e derrubar uma presidente honesta de quem era vice”, afirmou.