Ceclin
jun 07, 2016 0 Comentário


Sylvio Gouveia retorna à cena política da Vitória de Santo Antão

Sylvio Gouveia 2016

Em entrevista ao A Voz da Vitória, o médico e ex vereador Sylvio Gouveia faz um balanço de sua trajetória política e como filho de tradicional família vitoriense, bem como conta as razões de ter se afastado do PSB para o PMDB

 

Por Lissandro Nascimento, especial para o Blog

 

Uma vida balizada pela dedicação na arte de servir as pessoas através da Medicina ao longo de 48 anos atuando como clínico geral e anestesista, ainda dispõe de tempo para atuar em outras searas, a exemplo da sua destacada atuação em entidades sociais, da gestão pública e também como vereador que foi por quatro mandatos em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata pernambucana. Assim pode-se descrever Sylvio Valério Goês da Cruz Gouveia, de 76 anos, natural de Caruaru (PE), contudo, genuinamente vitoriense, pois chegou a Terra das Tabocas aos 11 meses de idade.

Dr. Sylvio, como é majoritariamente conhecido na região, sempre atuou politicamente, mesmo sem mandato público. Calejado pela vasta experiência vivida, não se permitiu ficar “olhando a vida pelo retrovisor”, se inova e mantém um olhar otimista, sobretudo quando se volta em analisar o mundo político, sem precisar financeiramente viver da política. “Considero que presenciamos um dos piores cenários políticos da recente história de nosso País. Apesar desta insegurança política e econômica, tenho confiança na capacidade de criar e de inovar do povo brasileiro, mim sentindo na obrigação de continuar colaborando com o propósito das boas práticas coletivas. Acredito no voto universal e por sua vez na democracia como elementos imprescindíveis de uma nação forte e soberana”, avalizou ele.

Médico Sylvio Gouveia - AVV ImagemEm entrevista ao Blog A Voz da Vitória, Sylvio Gouveia faz um balanço de sua trajetória política e filho de tradicional família vitoriense, do saudoso Dr. Gouveia. Nascido em 13/09/1939, formou-se em Medicina pela UFPE, em 1968. Sua carreira como médico anestesista marca importantes atuações nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) do Nordeste, bem como na perícia médica. Ainda na universidade, na década de 1960, atuou no Diretório Acadêmico de Medicina da UFPE e se posicionou na resistência ao Golpe Militar de 64, marcando seu batismo na militância política quando chegou a ser ouvido em 1967 pelo DOPS (polícia encarregada de monitorar as atividades políticas).

Sua primeira atuação profissional se deu após ter sido aprovado no concurso para a Maternidade de Jaboatão dos Guararapes (RMR). Depois também ingressou por concurso como médico do Hospital do Exército e Perito Médico do INSS. Foi supervisor da perícia médica nos municípios de Timbaúba e Nazaré da Mata, também médico da antiga Desportiva Vitória. Ele atuou no antigo Pronto Socorro do Recife, no Hospital da Restauração (HR), Maternidade Armindo Moura (Moreno), e em Vitória, na Maternidade APAMI, Centro Hospitalar Santa Maria, Hospital João Murilo, Geral e Pronto Socorro. Ele fundou com outros colegas a Sociedade Médica da Vitória de Santo Antão (SOMEV), que engloba os hospitais Pronto Socorro e antigo Geral da Vitória, hoje exercendo o cargo de diretor administrativo numa sociedade de seis sócios.

Casal GouveiaNa vida social, destaca-se sua posição como membro Venerável da Maçonaria. Ademais, Dr. Sylvio recebeu o título de Cidadão Vitoriense pelas mãos do ex-vereador Humberto Lins (irmão do escritor Osman Lins) na década de 1980. O médico e político, também é um nato defensor da cultura local, sobretudo aquelas que prezam pelo tradicional carnaval vitoriense. Foi ele o responsável ao lado da sua esposa, Iara Gouveia, casados desde 1964, pela reconstrução do tradicional Clube Abanadores O Leão, na Matriz de Santo Antão. O casal se conheceu nos plantões que exerciam no Hospital da Restauração, em Recife, e desde então formaram uma família com quatro mulheres, seis netos (três homens e três mulheres). Ele lembra que em 1986, quando assumiu, o Clube estava fisicamente deteriorado (com o teto totalmente comprometido), tendo que articular uma campanha para sua reforma geral. Duas iniciativas foram tomadas: a primeira foi o “Livro de Ouro” que arrecadou a contribuição espontânea do comércio e indústria vitoriense, e a outra foi a Rifa de um veículo Fusca, as quais asseguraram o que o prédio do Leão é hoje, sob a condução do Engenheiro Marcos Valois. Sua atuação lhe garantiu duas décadas na presidência da agremiação carnavalesca, bem como 15 anos sob o comando de Iara Gouveia. Antes, ele também chegou a presidir por 05 anos o Clube O Coelho. Hoje, o médico é sócio patrimonial do Clube O Leão, e registra um fato histórico promovido pela sua gestão que foi o desfile do carro alegórico “O Fantasma da Ópera”. Sobre a atual vida carnavalesca vitoriense que enfrenta crônico sucateamento, ele hesitou: “Penso que enquanto não houver uma política pública cultural e uma reformulação dos espaços das agremiações tradicionais, considero que não vale a pena os clubes tradicionais saírem para desfilar”, ponderou Dr. Sylvio.

Disposto em resgatar os bons resultados deixados pela sua esposa quando esteve como vereadora em Vitória (1988 – 1992), Dr. Sylvio Gouveia decidiu ingressar na vida pública. “Iara foi injustiçada naquela eleição que renovaria seu mandato. Entrei para honrar sua história política e colaborar para termos um Poder Legislativo mais atuante e transparente”, confidenciou o médico. Naquele pleito de 92, houve sérias denúncias de supostas irregularidades no preenchimento dos mapas de votação, tendo em vista que a eleição era em cédula de papel.

sylvio GouveiaEm 1996, Dr. Sylvio foi eleito vereador de Vitória pelo PSDB (na época de centro-esquerda), sigla pela qual ajudou a fundar em Pernambuco ao lado de Cristina Tavares, Roberto Magalhães, Egídio e o Maurílio Ferreira Lima, todos haviam sido deputados federais. A partir disso, foram quatro mandatos consecutivos (entre os anos de 1996 a 2012). Destas quatro eleições, duas delas sendo o mais votado para a disputa das vagas na Casa Diogo de Braga.

Sylvio 1 AVV Imagem“Das quatro vezes que fui vereador prestei significativos serviços à sociedade vitoriense, comportando-me com uma conduta ilibada e tendo cumprido a missão que me foi delegada pelo povo com probidade e transparência, sem nada que possa macular a minha dignidade e honradez”, avaliou Sylvio Gouveia. Dentre as principais atividades empreendidas quando assumiu a função na Câmara de Vereadores da Vitória de Santo Antão, Dr. Sylvio foi o Relator da Revisão da Lei Orgânica do Município em 2007. Das 63 emendas apresentadas à Revisão, inclusive fomentadas pela sociedade civil através do Fórum Municipal, precisamente 39 destas foram de sua autoria. Foi dele a proposta de abrir capítulos específicos na Lei Orgânica definindo o papel da Procuradoria do Município, bem como a criação das temáticas do Meio Ambiente, Assistência Social e redefinição dos parâmetros do capítulo da Saúde. Em destaque o artigo 95º da Lei, que versa o reconhecimento dos Agentes Comunitários de Saúde e o de Endemias. Todos os agentes que atuavam até o dia 14 de fevereiro de 2006, ficaram desobrigados em prestar concurso e garantiram sua efetivação através de uma seleção pública interna.

Enquanto vereador foi iniciativa do Dr. Sylvio Gouveia a criação do Código e posteriormente da Comissão de Ética no Poder Legislativo vitoriense. Foi também de sua autoria a concessão de título honorífico de cidadão vitoriense ao Padre Renato da Cunha Cavalcanti. Dentre outras ações enquanto parlamentar ajudou a articular via Universidade de Pernambuco (UPE), a disponibilização aos professores da rede municipal de ensino, bem como aos profissionais da Saúde, a terem acesso ao Programa de Pós-Graduação (Progape). Foi sua sugestão a criação do prédio anexo para ampliar as vagas do Colégio Municipal 03 de Agosto, no Bairro do Livramento; assim como a criação do Conselho Comunitário do Município integrado por cinco entidades da sociedade civil, sob a condução do Poder Judiciário, que visa estimular a ressocialização das pessoas que estão no sistema prisional. Esta lei municipal que criou este Conselho se adéqua a Lei Federal nº 7.210/1984, que versa sobre o regime de execução penal e propõe acompanhamento jurídico e social junto aos apenados. Durante sua atuação no Legislativo vitoriense, Dr. Sylvio apresentou inúmeras emendas parlamentares as Leis Orçamentárias do Poder Executivo. Combateu, acertadamente, a vulgarização da troca de nomes dos logradouros públicos, evitando substituições de nomes de ruas de forma indiscriminada.

family Sylvio Gouveia

Filho de uma família tradicional e genuinamente vitoriense, Sylvio Gouveia é um exemplo de homem público sério e dedicado as boas causas. Reprodução: Arquivo familiar

Eleito com expressivas votações em todas as vezes que disputou, Dr. Sylvio Gouveia provou que é “bom de urna”. Vale destacar ainda que seu apoio assegura boas votações, a exemplo da eleição que disputou Roberto Magalhães para Federal e Valdeir Batista para estadual, obtendo em Vitória 4.600 e 1.800 votos, respectivamente, quando ambos contaram com o seu apoio na cidade.

Sua atuação partidária sempre foi prestigiada e ele chegou a ser convocado por lideranças políticas de Pernambuco para contribuir nas construções de grupos políticos. Saiu do PSDB para ajudar a fortalecer a terceira via política no Estado, através do Partido Trabalhista Brasileiro – PTB, quando na época reuniu Armando Monteiro, Roberto Magalhães, José Múcio, Piauhylino, dentre outros. Depois com um novo cenário político no Estado, em 2004, ingressou no Partido Socialista Brasileiro (PSB), ao lado de José Aglaílson, quando exerceu as funções de vice-presidente e 1º secretário na Câmara de Vereadores da Vitória. Contudo, diante do esvaziamento da chapa do PSB na eleição de 2012, desistiu de disputar, não renovando o mandato. “Embora tenha me afastado da vida pública no final do meu último mandato (2012), me alisto para aceitar qualquer convocação popular para, mais uma vez, utilizar a minha experiência e boa vontade a serviço do povo”, assinalou Dr. Sylvio.

Dr. Sylvio 2016

Atualmente no Partido da Mobilização Democrática Brasileira (PMDB), Sylvio Gouveia pretende voltar a exercer mandato popular. Questionado sobre seu ingresso no PMDB, Gouveia contou que o grupo político local do PSB secundarizou suas contribuições à história da sigla em Vitória, e que pela falta de atenção, decidiu procurar outra agremiação partidária. “Fui muito bem recebido pelo nobre empresário Alexandre Ferrer, vice-presidente estadual do PMDB, pelo qual fico muito a vontade em participar deste grupo, em razão da sua seriedade e compromisso com as boas causas do povo de Vitória”, justificou. O médico também relatou que tanto o atual prefeito de Vitória Elias Lira e o seu filho, o deputado estadual Joaquim Lira, ambos do PSD, foram sociáveis e receptivos ao seu ingresso no grupo político do executivo da PITÚ.

Sobre suas perspectivas para o futuro, Sylvio Gouveia não perde as esperanças de a sociedade brasileira continuar dando passos largos. “Continuo exercendo com desvelo a profissão que abracei, a serviço da vida e especialmente procurando minimizar o sofrimento dos mais humildes, sem cobrar favores e desvinculado de tolas vaidades, sem qualquer interesse senão o de servir, de buscar a melhoria da qualidade de vida das pessoas. E é este sentimento que tem que nos mover, sobretudo por aqueles que estão na condução do Poder Público”, finalizou.

ASSISTA AO VÍDEO…