• Ceclin
abr 13, 2011 0 Comentário


Suspeito de envolvimento em crime é apresentado na Delegacia da Vitória de Santo Antão

por equipe Blog
foto de José Sebastian.


O delegado Alfredo Jorge, do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), designado especialmente pela polícia civil e a delegada Maria Betânia Tavares, titular da Delegacia da Vitória de Santo Antão, apresentaram esta manhã o suspeito de envolvimento no assassinato do apresentador de TV e radialista Luciano Leitão Pedrosa. O mototaxista Cláudio Pereira da Silva, 31 anos, foi preso na noite da segunda-feira passada em sua residência no Centro da Cidade de Vitória.

Segundo a polícia, Cláudio teria dado cobertura ao pistoleiro, que no sábado passado, executou Luciano Leite Pedrosa com um tiro na cabeça dentro da Churrascaria Porto Luna, no bairro Bela Vista. Ele pilotava um moto Titan de cor azul, que conduziu e deu fuga ao assassino. O mototaxista preso teve o seu retrato falado divulgado no fim da tarde da última segunda-feira.
A prisão foi realizada por policiais da Delegacia de Vitória que passaram o dia realizando rondas com o retrato falado em mãos. Segundo a polícia, Cláudio teria conduzido o autor do crime até a churrascaria onde Luciano foi morto, no último sábado, e dado fuga ao assassino. A reprodução simulada do suspeito foi divulgada na última segunda-feira.


O governador Eduardo Campos esteve ontem na cidade para participar de um seminário regional e disse que a polícia está empenhada em prender os assassinos.
Em entrevista, o governador definiu o crime como “uma agressão a um profissional, à uma família, à uma cidade e à Imprensa”, afirmando que o Governo do Estado não mediria esforços para capturar os culpados.

O mototaxista Cláudio Pereira da Silva teve a prisão decretada pela juíza Luciana Maria Tavares de Menezes, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Vitória de Santo Antão. Ele não reagiu a prisão.

Segundo Alfredo Jorge, o acusado nega qualquer participação no crime. “Mas testemunhas o reconheceram depois da prisão”, destacou.
Além do mototaxista, os policiais também detiveram um homem e uma menor de 17 anos, cujas identidades não foram reveladas. Os dois chegaram a ser levados para a delegacia, mas acabaram sendo liberados após prestarem depoimento aos delegados que investigam o homicídio. A principal hipótese relacionada ao crime está baseada nas denúncias policiais que o apresentador Luciano Pedrosa fazia durante seus programas na rádio e na TV Vitória.