Ceclin
nov 22, 2016 0 Comentário


STF investiga Paulo Câmara por irregularidades na Arena, diz revista

Paulo-Câmara JC Imagem
Reportagem da Revista ISTOÉ afirma que, além do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, Geraldo Julio, Fernando Bezerra Coelho e Tadeu Alencar também são investigados pelo Supremo. 

Documentos obtidos com exclusividade pela equipe da Revista ISTOÉ apontam que a lista de gestores investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) ganhou quatro nomes pernambucanos de peso. Além do governador de Pernambuco Paulo Câmara, o prefeito do Recife Geraldo Julio, o senador Fernando Bezerra Coelho e o deputado Tadeu Alencar engrossam a relação. Todos eles são do PSB.

O inquérito do Supremo, de acordo com a revista, investiga a suspeita de superfaturamento e irregularidades na construção da Arena Pernambuco, obra feita pela empreiteira Odebrecht. O despacho que autoriza o inquérito é sigiloso e foi autorizado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, no último dia 3.

O fato tem relação com a Operação Fairplay, deflagrada pela Polícia Federal de Pernambuco em 2015, mas está sendo tratado no Supremo como um desdobramento da Operação lava Jato. Ao longo do inquérito, os investigadores constataram indícios de envolvimento político com as irregularidades.

FORO PRIVILEGIADO

O governador Paulo Câmara tem foro privilegiado no Superior Tribunal de Justiça, mas, como o inquérito também cita um deputado federal e um senador, todas as investigações serão realizadas pelo STF. Os empresários da Odebrecht e da Andrade Gutierrez serão investigados em outro processo.

Rádio Jornal