• Ceclin
dez 31, 2015 0 Comentário


Solidariedade muda vida de família carente de Moreno

A antiga casa de lona será trocada por uma em alvenaria, com dois quartos e até quintal Divulgação

A antiga casa de lona será trocada por uma em alvenaria, com dois quartos e até quintal. Foto: Divulgação

Mobilização social garantiu casa nova para Gabriel, que nasceu com microcefalia, seus pais e irmã

Jornal do Commercio

Nesta sexta, primeiro dia de 2016, a família do pequeno Gabriel, nascido com microcefalia há um mês e 15 dias, começa uma vida nova. Após ampla mobilização social, o bebê, a irmã de 2 anos e os pais vão deixar a casa improvisada de lona, madeira e ferro onde moram há dois anos, na comunidade do Alto do Catita, em Moreno, no Grande Recife, para um imóvel em alvenaria, com dois quartos, banheiro, cozinha, sala e área de serviço, em Feira Nova, no Agreste. Um “padrinho” anônimo garantiu um ano de aluguel.

“Quero reconstruir a vida num lugar novo, trabalhar e sustentar minha família. Estamos ansiosos”, declara o jovem Deyvid José, 21 anos. Ele conta que a microcefalia de Gabriel foi diagnosticada aos sete meses de gestação. “Um médico sugeriu aborto, quem já viu? Eu olho meu filho e não vejo diferença da irmã”.

A família já conseguiu várias doações, inclusive cesta básica por um ano. “Procuramos emprego para Deyvid e móveis, sobretudo uma geladeira. A situação deles me arrasou, uma casa sem banheiro, com água pelo chão, berço molhado…fico feliz de poder ajudar”, diz Tiago Moura, idealizador do projeto Tênis para o Futuro, que promove aula de tênis para 240 crianças de Feira Nova. Contato para doações: 81.99880-5188 ou 9.9176-5702.