Ceclin
set 07, 2008 5 Comentários


Só há palanque único em 36 cidades

Publicado em 07.09.2008
Coluna de Inaldo Sampaio do JC.
O Palácio das Princesas guarda a sete chaves a lista dos 36 municípios do interior nos quais o governador Eduardo Campos poderá fazer campanha sem melindrar nenhum dos aliados.

Como ele foi apoiado no segundo turno por uma frente de mais de 10 partidos, não deseja criar problema para nenhum deles. Só irá àqueles municípios onde a Frente Popular estiver unida porque é candidato à reeleição e vai precisar do apoio de todos.
Consta da relação dos 36 os municípios do Cabo, Belo Jardim, Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Petrolina, Brejão, Caetés, Custódia, Sertânia, Floresta, Afogados da Ingazeira, São Bento do Una, Timbaúba, Canhotinho e Vitória de Santo Antão.
Em todos esses, o adversário da Frente Popular é ligado a Jarbas Vasconcelos (PMDB), a Marco Maciel (DEM) ou a Sérgio Guerra, os três senadores pernambucanos que fazem oposição ao presidente Lula, ao governador Eduardo Campos e ao prefeito João Paulo.
Sendo assim, o governador está livre e desimpedido para subir no palanque, respectivamente, de Lula Cabral (PTB), Cintra Galvão (PTB), José Queiroz (PDT), Toinho do Pará (PTB), Gonzaga Patriota (PSB), Sandoval Cadengue (PSB), Sampainho (PSB), Nemias Gonçalves (PSB), Cleide Ferreira (PSB), Rorró Maniçoba (PSB), Totonho Valadares (PSB), Paulo Bodinho (PSB), Marinaldo Rosendo (PSB), Carlos Amorim (PSB) e Demétrius Lisboa (PSB).
A decisão de ir para o interior ainda não está tomada porque a intenção do governador é evitar, ao máximo, a “eleitorização” do seu governo, algo que ele só deseja fazer em 2010. (Jornal do Commercio).