Ceclin
jan 08, 2010 1 Comentário


Siqueira considera que 2010 será de mais avanços

O vereador recifense Luciano Siqueira (PCdoB) em entrevista ao Programa A VOZ DA VITÓRIA nessa quinta-feira (07), transmitido pela TABOCAS FM (98.5) de Segunda a Sexta das 06h. as 08h. da manhã ou pelo site www.tabocasfm.com.br


Siqueira fez uma avaliação do ano de 2009, colocando sua recusa a dizer que o ano de 2009 foi um ano ruim, como a grande mídia brasileira vem mostrando, sobretudo os aspectos negativos, a exemplo dos casos de corrupção que foram sendo revelados ao longo do ano passado. “Acho que são fatos, problemas reais, porém temos que relatar os efeitos positivos em que o Brasil ao lado da China, da Índia, e da África do Sul de superar a crise global e sairem fortalecidos, a economia brasileira aponta para um crescimento este ano do PIB, onde as melhores expectativas estão na faixa de 6%”, ponderou o ex-vice prefeito do Recife.


Para ele “há um somatório de todas as riquezas produzidas no País refletidas no ano de 2010, vejo também que a política se fortalece com as manifestações e as denúncias de fatos negativos por que a opinião publica, o ouvinte do rádio, o leitor do jornal, o cidadão no dia a dia procuram acompanhar os acontecimentos, vai tendo elementos para separar o joio do trigo e vai tendo certificando de que no governo LULA diferentemente de governos anteriores a Polícia Federal tem toda liberdade de investigar e de flagrar pessoas importantes do cenário político, no crime de colarinho branco, além de grandes empresários e pessoas destacadas nos noticiários; penso que no curso geral o resultado do ano de 2009 é muito positivo e por isso encaro 2010 com muito otimismo”, ressaltou o vereador do Recife Luciano Siqueira.


Perguntado sobre as perspectivas do ano de 2010 e as eleições gerais que ocorrerão neste ano, o vereador coloca que se tem um período de muitas especulações que é o ano anterior. O período de início real que se dá parte de janeiro ao Carnaval, segundo ele é nesse tempo que conversas vão acontecendo de maneira informal longe da imprensa. Após o Carnaval é que o ano verdadeiramente se inicia.
“Em Pernambuco penso que os partidos políticos do campo da oposição e do nosso campo, o do governador Eduardo Campos e que apóiam LULA, vamos em busca da melhor solução para a chapa majoritária e para a composição de coligações da disputa proporcional para a Assembleia Legislativa de modo a administrar o nosso campo as melhores soluções para que possamos confirmar a reeleição do Eduardo Campos e a eleição para Presidente de Dilma Roussef apoiada pelo Presidente Lula e pelo conjunto dos nossos partidos da base governista”, salientou.


“Essas são uma das expectativas e por isso que digo que é preciso ter paciência, calma e tranqüilidade, sobretudo para um time que tá ganhando e tem a ganhar. É como se o Brasil estivesse bem cotado para ganhar a Copa do Mundo e se precipitasse agora e começasse a mexer no time ou a definir as soluções para as posições decisivas tanto no ataque quanto na defesa, antes de examinar seus adversários”, comparou. “A oposição de Pernambuco estar desarvorada e tá repetindo uma única tecla em que o senador Jarbas Vasconcelos aceite disputar uma eleição para disputar o governo do Estado e reúna alguma força para salvar mandatos de deputados federal e estadual”, cutucou.


Siqueira informou ainda que o PCdoB está construindo uma chapa própria de Candidatos a Deputado Estadual e examinando com muito carinho a hipótese de disputar com duas candidaturas a deputado federal, que seria a da Ex Prefeita de Olinda Luciana Santos. “Essa que já estar consolidada, que é uma candidatura que está em pleno processo de estruturação e a outra hipótese seria da minha candidatura a deputado federal”, afirmou.

Perguntado sobre a disputa de Luciana Santos (Secretária de Ciência e Tecnologia) ao Senado Federal, ele repetiu o que tem dito na imprensa pernambucana de que o PCdoB definiu que Luciana é candidata a deputada Federal.
Antes afirmou que o nome do ex-prefeito do Recife João Paulo não pode ser descartado da chapa majoritária a ser composta em torno da recandidatura de Eduardo Campos. “É uma decisão que não pode ficar sujeita às pelejas internas no PT. Cabe ao conjunto dos partidos que compõem a coalizão governista. Luciana Santos tem perfil semelhante ao de João Paulo: um ou outro acrescentaria um elemento mobilizador de muita importância numa disputa que pode endurecer”, ponderou.

Completando: “Caso o grupo de partidos liderados pelo governador Eduardo Campos venha solicitar que a Luciana vá compor a chapa majoritária, o PCdoB não vai se eximir de cede-la para esta missão, para a qual nós pensamos que ela reune reais condições eleitorais muito claras e muito densas”, ressaltou Luciano Siqueira.

por Equipe de Produção do Programa A VOZ DA VITÓRIA.