Ceclin
out 13, 2021 0 Comentário


SINTEPE: serviço público, sim!

Com esse grito, a militância da Educação e demais setores do serviço público brasileiro estiveram em Brasília (DF) na última semana, para pressionar deputados federais a votarem contra a PEC 32/2020, de autoria do governo Bolsonaro/Paulo Guedes, que promove um verdadeiro desmonte das políticas públicas brasileiras.

Enquanto o ministro da Economia, Paulo Guedes, ganha milhões em empresas de fachada em paraísos fiscais, o salário daqueles e daquelas que enfrentaram a pandemia estão congelados e defasados.

E a proposta é perversa porque ameaça a estabilidade do servidor à medida que abre as porteiras para as terceirizações. Também, cria dezenas de milhares de cargos comissionados, autoriza prefeitos e governadores a congelarem salários. Porém, os cargos que detêm os maiores salários do serviço público, como os militares, os juízes, os procuradores e promotores do Ministério Público, o primeiro escalão da Presidência da República e os próprios parlamentares, que vão votar a PEC 32 – estão fora da mudança.

Nos dias 19 e 20 de outubro outra mobilização estará em curso e o Sintepe novamente vai fazer parte dessa pressão. Ainda temos deputados federais indecisos em Pernambuco. Outros que já estão votando com Bolsonaro serão alertados da traição que estão cometendo com o povo pernambucano! Vamos à luta!

SASSEPE

A luta por melhores condições de financiamento do SASSEPE continua. O Fórum de Servidores, liderado pela CUT/PE, realizou um protesto em frente ao Palácio do Campo das Princesas na quinta-feira (07.10) para denunciar a precária situação em que se encontra o Hospital do Servidor e o mau-atendimento das clínicas credenciadas ao SASSEPE por falta de pagamentos e outros problemas. O Sintepe esteve tanto no protesto quanto na reunião com a Casa Civil do Governo do Estado. A luta pela saúde de mais de 180 mil pessoas atendidas pelo nosso Sistema de Assistência é permanente!

AÇÃO DO IPSEP

O Sintepe tem intensificado suas discussões em torno da Ação ganha na Justiça, sobre os descontos indevidos do IPSEP. É importante que o Governo do Estado realize o pagamento dessa ação já transitada e julgada. Justiça para os/as aposentados/as que têm direito de receber de volta recolhimentos indevidos.

SINDICATO DOS TRABALHADORES E DAS TRABALHADORAS EM EDUCAÇÃO DE PERNAMBUCO