Ceclin
jun 01, 2020 0 Comentário


Sintepe: Sassepe no combate à Covid-19

Ao longo desses quase 90 dias de combate ao novo coronavírus, o Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado (Sassepe) vem prestando assistência aos beneficiários/as, suspeitos/as e portadores/as, da Covid-19, por meio do Hospital dos Servidores do Estado (HSE).

O HSE centraliza esse atendimento com emergência, enfermarias e mais de 20 leitos de UTI, com equipes profissionais em todos esses setores. Para tanto, faz-se necessária toda a infraestrutura adequada, como o suprimento de medicamentos, de descartáveis, de EPIs e equipamentos específicos, especialmente, os de UTI.

Toda essa demanda exige um aumento de investimentos que garantam um atendimento satisfatório, fazendo com que o HSE possa cumprir sua missão de salvar vidas. Mas o Hospital tem enfrentado momentos de falta de recursos necessários para seu funcionamento.

Os servidores, através dos sindicatos e demais entidades representativas, entidades da sociedade civil, além de servidores do Hospital, por iniciativa própria, entendendo que o momento é de crise sanitária e não podiam ficar de fora da luta pela vida, se mobilizaram e fizeram doações, de tudo que se fez necessário, naquele momento, para que o Hospital continuasse funcionando.

Além disso, é preciso ir além. Os/as servidores/as estão cobrando do Governo do Estado investimentos mais substanciais, com a máxima agilidade na tramitação dos processos.

O Hospital foi transformado para exclusivo atendimento aos suspeitos e portadores da Covid-19, segundo a Secretaria de Administração, para que fosse incluído no patamar dos outros, na mesma condição, e que todas as demandas, para o pleno funcionamento, fossem supridas com a máxima agilidade, o que na prática ainda não foi alcançado.

O Sintepe e a ASSEPE, juntamente com os demais sindicatos que compõem o Fórum coordenado pela CUT, solicitam ao Governo urgente e maior participação no suprimento dos itens necessários para garantir o pleno funcionamento do HSE, como também, o reforço no caixa do Sistema, já tão debilitado, nesses últimos tempos.

Faz-se necessário e urgente uma nova reunião com a Secretária de Administração, para que sejam acompanhadas as deliberações propostas. A luta pelo direito à vida não pode parar!

Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Pernambuco – SINTEPE