Ceclin
mar 04, 2021 0 Comentário


Sintepe protesta na Secretaria de Educação por interrupção das atividades e vacina

O ato, que é encabeçado pelo Sintepe, reivindica que trabalhadores em Educação,  professores, administrativos e analistas, sejam incluídos na Primeira Fase da vacinação, já que a categoria trabalha diariamente com públicos diversos.

Um protesto simbólico foi realizado na manhã desta quinta-feira (04.03) em frente à Secretaria de Educação do Estado, para solicitar a interrupção imediata de todas as atividades presenciais nas escolas e outros locais de trabalho da rede pública de ensino de Pernambuco. O ato, que é encabeçado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), reivindica que trabalhadores em Educação,  professores, administrativos e analistas, sejam incluídos na Primeira Fase da vacinação, já que a categoria trabalha diariamente com públicos diversos, de forma consecutiva e em locais fechados.

A entidade diz que a decisão do Governo de manter as escolas abertas contraria a fala do secretário de Saúde do Estado, que havia se posicionado sobre a necessidade da suspensão das aulas presenciais em todos os níveis. Apesar de ter prorrogado o início do retorno presencial das aulas, o Governo havia dito que as escolas foram equipadas para seguir protocolos de segurança, no entanto, o sindicato considera que essas medidas anunciadas não são suficientes para proteger as pessoas, dada a situação avançada da pandemia.

Em nota, o sindicato aponta que a paralisação das aulas presenciais é necessária para evitar a circulação do vírus. “Essa é uma luta da nossa categoria desde outubro de 2020. Na Justiça, o governo conseguiu manter as atividades presenciais e o Sintepe foi multado por lutar pela vida. Desde então, denunciamos os recorrentes casos de contaminação e os alarmantes índices da COVID-19 em nosso Estado. Temos uma ação tramitando no Tribunal de Justiça de Pernambuco, detalhando nossos motivos em defesa da vida e contra as atividades presenciais”.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES PE), apenas ontem (03.03) Pernambuco registrou 1.613 novos casos da Covid-19 e 38 mortes. Desde o início da pandemia, o Estado tem 301.434 casos confirmados, com 11.030 pessoas que perderam a vida. Na rede pública, 92% dos 1.046 leitos de UTI espalhados em todo o Estado estão ocupados.