Ceclin
Maio 12, 2014 0 Comentário


SINTEPE: Desesperar jamais, acreditar e lutar sempre!

(Greve dos professores em Caruaru - Foto: Reprodução Blog de Igor Maciel).

O Brasil aparece na 38ª posição entre 40 países analisados em uma ranking internacional da educação, ficando à frente apenas do México e da Indonésia. No estudo foram usados dados educacionais de alfabetização e de aprovação. O resultado não é de se estranhar. Os graves problemas relativos à educação pública, historicamente acumulados, mal resolvidos e/ou ignorados, não podiam nos colocar em outro patamar.

As dificuldades enfrentadas por trabalhadores em educação no cotidiano profissional, que se refletem no resultado educacional, ultrapassam os muros das escolas. Isso, quando a unidade de ensino tem muro. No caso da Escola Estadual Santa Maria, localizada em Lagoa Grande (PE), parte do muro caiu, dando acesso a uma propriedade privada onde existem cachorros, colocando em risco a segurança da comunidade escolar. E ainda nessa escola, a biblioteca funciona em um toldo no pátio livre deixando os livros expostos à ação do tempo.

E os absurdos continuam! Depois de anos de trabalho e do direito à aposentadoria, os professores estão tendo os processos retidos pela Secretaria Estadual de Educação. O Sintepe vem cobrando respeito aos pré-aposentados e exigindo uma solução urgente. Caso o quadro não se normalize  e as aposentadorias não sejam encaminhadas, outras ações serão implementadas.

Mesmo depois de aposentados, muitos professores não tiveram sossego. Os aposentados filiados ao Sintepe e que sofreram descontos indevidos do antigo IPSEP, no período de novembro de 1998 a maio de 2000, foram representados pelo sindicato numa disputa judicial que durou 14 anos, conquistamos a devolução do que foi descontado. Todos os aposentados que se encontram nessa situação devem comparecer ao SINTEPE para assinatura de uma procuração.

Solidaridade

O Sintepe é solidário à greve dos professores de Caruaru, que completou 77 dias neste Domingo (11). Até agora, não houve negociação com a categoria, que teve os salários dos meses de abril e março descontados. Entre os pontos de pauta da reivindicação estão: o cumprimento integral da Lei 11.738, do Piso Salarial, com o reajuste de 8,32%, melhores condições de trabalho e reformulação do PCC. Mesmo com os descontos, a categoria continua firme na luta.

Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco – Sintepe

www.sintepe.org.br.