Ceclin
Maio 08, 2014 0 Comentário


Sinpro garante pagamento dos salários dos professores em Chã Grande

(Foto: Divulgação/ Sinpro).

Em uma atitude arbitrária, a gestão municipal de Chã Grande descontou 28 dias dos salários brutos, referente ao mês de abril, dos professores que participaram do movimento grevista. Segundo relatos, alguns profissionais receberam apenas R$ 200,00 em seus vencimentos. De encontro a medida, o Sinpro Pernambuco entrou com um Mandato de Segurança com pedido liminar de pagamento dos descontos indevidos.

O Juiz desta Comarca, Dr. Luiz Carlos, considerou o desconto salarial como forma de retaliação ao direito de greve e determinou que a Prefeitura restituísse no prazo de 48 horas os descontos dos dias parados, sob pena de responsabilização criminal e encaminhamento do processo para o Ministério Publico para fins de ajuizamento de ação de improbidade administrativa e pena de multa de R$ 50 mil, imposta ao prefeito Daniel Alves (PP), caso a determinação não seja cumprida.

“O Prefeito Daniel Alves, mais uma vez, demonstrou-se totalmente alheio às necessidades da categoria, ignorando por completo que eles precisam arcar com seus sustentos e de suas famílias. Essa vitória é uma demonstração da força dos professores e a justeza de sua pauta reivindicatória”, afirmou o coordenador do Sinpro Pernambuco, Jackson Bezerra. Uma assembleia geral acontece nesta quinta-feira (07), desde às 9h, no Salão Paroquial do Município.

Com informações do Sindicato dos Professores de Pernambuco (Sinpro/PE).