Ceclin
out 07, 2012 0 Comentário


SINDSEP/PE: O futuro das cidades nas mãos do eleitor

Sindsep-PE

Neste domingo, dia 7 de outubro, mais de 140 milhões de brasileiros vão definir o que querem para suas cidades, ao votarem nos prefeitos que vão governá-las nos próximos quatro anos. Em Pernambuco o total de eleitores se aproxima a 6,5 milhões, sendo que quase três milhões estão na Região Metropolitana do Recife (RMR). A responsabilidade é grande. Esses novos governantes têm entre suas obrigações promover a cidadania à população, se quiserem se aproximar de uma das definições do termo cidade, que tem origem no latim e significa civismo.

E o que é cidadania? Quais das candidaturas postas têm compromisso com a cidadania, com o cuidado com a população? A cidadania passa pela consolidação dos direitos humanos e pela participação e bem-estar da sociedade. Nesse caso, o cidadão não pode ser mais tratado como massa de manobra e sim como sujeito ativo, que constrói a sua própria história. Esse é o perfil de prefeito que as cidades precisam, que trata gente como gente e que tenha responsabilidade com a máquina pública.

Ter compromisso com a cidade, com a cidadania, com os direitos humanos significa também estar dentro dos preceitos éticos, governar com lisura, voltado para uma sociedade justa e igualitária. Para isso, é preciso garantir, com qualidade, os direitos mais básicos que a população precisa e que é dever do Estado, como educação, saúde, meio ambiente, segurança, moradia, transporte, trabalho, renda, cultura, lazer. A qualidade de vida de cidadãos está atrelada a um bom prefeito.

Mas não são apenas os prefeitos que têm responsabilidade pela cidade. É papel dos vereadores fiscalizar, cobrar e propor leis que melhorem a vida da população. Por isso, domingo, o eleitor deve colocar a mão na consciência e refletir com tranquilidade antes de se dirigir à cabine de votação. Não podemos e não devemos mais eleger pessoas sem compromisso com a cidadania, com a justiça social e com os direitos humanos.

O voto, embora obrigatório, é uma conquista, vitória da democracia. É um importante instrumento de poder. O voto não tem cor, não tem gênero, nem classe social. Seja branco, negro, índio, pobre, rico, homem ou mulher, todos são iguais, têm o mesmo direito, o mesmo poder na hora de votar. E esse poder é individual, intransferível e não tem preço. Não venda seu voto nem se deixe enganar com falsas promessas.

Só serão prefeitos e vereadores aqueles que quisermos. Se forem eleitos pessoas sem compromisso, sejamos honestos e culpemos a nós mesmos. O futuro de nossa cidade depende única e exclusivamente de nós. Por isso, temos a obrigação de votar nos candidatos que, de fato, irão transformar a cidade num espaço plural, democrático, de todos e para todos, e não feudos políticos e econômicos que atendem interesses de uma minoria privilegiada.

Neste domingo, não deixe de votar, mas vote consciente, VOTE CERTO!

Sindicato dos Servidores Federais no Estado de Pernambuco – SINDSEP-PE.

www.sindsep-pe.com.br