Ceclin
set 25, 2017 0 Comentário


Sindsep-PE colhe assinaturas para campanha pela anulação da reforma trabalhista

Carlos Veras e CUT-PE

“Vamos mobilizar todos os sindicatos cutistas de Pernambuco. A ideia é que cada entidade consiga, pelo menos, a assinatura de 50% de seus filiados. Todos podem ajudar nessa campanha. Basta entrar no site da CUT, imprimir o material e colher as assinaturas”, destacou o presidente da CUT-PE, Carlos Veras.

O Sindsep-PE soma-se aos demais sindicatos sociais, no sentido de derrubar a reforma trabalhista (Lei 13.467 e Lei 13.429), aprovada em junho último e prevista para entrar em vigor em novembro próximo. será uma das entidades engajadas no recolhimento das assinaturas. A entidade é um dos pontos de coleta de assinaturas da campanha nacional Anula Reforma. Mas qualquer pessoa pode acessar o endereço eletrônico: anulareforma.cut.org.br e imprimir a cartilha com orientações sobre a campanha, o formulário para coleta de assinaturas, o banner e o cartaz. Quem preferir, também pode ligar para a CUT-PE, pelo telefone (81) 3421-2662, para solicitar o material. O importante é que, depois de recolhidas as assinaturas, os formulários sejam entregues na CUT ou sindicatos.

O objetivo da campanha, que acontece até o dia 11 de novembro, é recolher, no mínimo, 1,3 milhão de assinaturas em apoio ao projeto para sustar os efeitos maléficos da lei. A meta de Pernambuco é recolher 120 mil assinaturas. “Iremos trabalhar para superar essa meta”, garantiu Carlos Veras.

A CUT acredita que a campanha, aprovada durante o último Congresso da Central, será uma forma de engajar o conjunto da classe trabalhadora em defesa dos direitos conquistados nas últimas décadas.

A construção desse projeto de lei revogatório está sendo vista como uma forma de intensificar o contato direto entre os sindicatos e o trabalhador na ponta, ao promover uma inserção mais intensa dos representantes das entidades nos locais de trabalho. O trabalhador precisa entrar em campo, se envolver na mobilização e pressionar o deputado ou o senador em que ele votou. Para a CUT a luta contra a reforma da Previdência pode ser o motor principal da mobilização contra o atual governo golpista que está promovendo um recorde de desemprego, aumento da miséria e entrega da riqueza nacional.

A Reforma Trabalhista proposta pelo governo ilegítimo de Michel Temer foi aprovada às pressas no Senado por 50 votos favoráveis, 26 contrários e uma abstenção. As mudanças não foram debatidas junto à sociedade. Isso porque boa parte dos parlamentares são empresários, contrariando dessa forma a maioria da população brasileira que foi contrária a esse desmonte da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

CARAVANA

O recolhimento de assinaturas também será feito durante a segunda edição da Caravana pela Democracia, promovida pela Frente Brasil Popular em Pernambuco, que deverá rodar por todas as regiões do Estado. A previsão é que a Caravana tenha início entre o mês de outubro e novembro. “Iremos passar uma semana em cada região. Percorrer o maior número de municípios possíveis denunciando o ataque à democracia e aos nossos direitos, as privatizações e todo o desmonte que está sendo promovido por esse governo”, concluiu Carlos Veras.

 

SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

www.sindsep-pe.com.br
Rua João Fernandes Vieira, 67, Boa Vista – Recife – Pernambuco – CEP:50050-200
Fone: (81) 3131.6350 – FAX: (81) 3423.7839