Ceclin
ago 22, 2008 4 Comentários


Segundo dia do Guia de Prefeito e nenhuma proposta para a população

O Guia dos candidatos a prefeito da Vitória de Santo Antão desta sexta-feira (22) foi aberto pelo candidato da Coligação Vitória de Cara Nova, o empresário Cristiano Pilako (PTB). Apresentando o seu jingle oficial de campanha deixou para os ouvintes do Guia uma melodia retratando a falta de perspectivas políticas e o descompromisso dos políticos profissionais com sua terra, segundo resume a música. Se apresentando como nova opção política Pilako foi taxativo: “Há uma míopia política na cidade que só piora a situação do povo. É preciso construir um novo modelo de gestão que faça de Vitória uma cidade de resultados para o seu povo”, sintetizou ele, completando: “Sou o candidato das propostas e vou apresentá-las no decorrer da campanha”, prometeu finalizando: “Não faço promessas, assumo compromissos.”

O candidato a prefeito pelo PDT, Gilvan Contador, fez uma análise síntese do quadro político do Município, se colocando como alternativa renovadora nesta eleição: “O povo tem demonstrado o seu cansaço, a sua indignação por não encontrar governos que resolvam os problemas da cidade”, disse. Aparentando está seguro de sua afirmação ele fez diversas críticas da falta de boa parte das ações governamentais para atender as necessidades básicas do cidadão. “Governar é administrar vidas. Vou investir maciçamente em educação. Vote para mudar!”, concluiu. Porém não expôs propostas e nem afirmou como pretende direcionar recursos no investimento que mencionou.

O democrata Elias Lira da coligação Vitória bem administrada começou o seu guia desta sexta mais uma vez batendo na TV Vitória por se negar, segundo a nota, a transmitir o Guia para a sociedade. Após o locutor apresentou o candidato a vice-prefeito na chapa, o advogado Henrique Filho. O vice de Elias Lira é filho do Dep. Estadual Henrique Queiroz (PR), indicado na composição desta aliança dos dois deputados vitorienses.
Apresentado, Henrique Filho, 27 anos, formou-se em Direito em Recife. Vindo de uma família tradicional na política do Município e região, desde cedo acompanhou o seu pai nas atividades parlamentares. Foi candidato pela primeira vez a Vereador e eleito em 2000, considerado à época o vereador mais jovem do País. Não conseguiu renovar o mandato em 2004 por conta da coligação não ter atingido o coeficiente eleitoral, apesar de ter obtido uma excelente votação.
“O nosso trabalho sempre foi voltado pelos mais carentes. Hoje vemos o abandono. Por isso vamos fazer um governo voltado à população da cidade e que esta atitude seja mais importante do que os interesses de um grupo familiar”, sentenciou. Completando: “Os interesses não podem ser mais importantes do que Vitória. Vitória não merece isso. Sou um autêntico vitoriense e não vamos deixar acabar a nossa cidade. Daremos novos rumos!”, declarou Henrique Filho.
O locutor destacou que ele desempenhou enquanto vereador diversas ações as quais mencionou as de ruas calçadas e asfalto, cobrado por ele no mandato, além de iluminação pública e saneamento básico, defensor da Secretaria de Juventude, cobrou ainda o melhoramento das estradas rurais e do transporte escolar. Implantou escolas de alfabetização na vila de Natuba e no bairro da Bela Vista, bem como o chafariz do bairro do Sítio do Meio.
Ele foi coordenador do IPEM no governo de Jarbas Vasconcelos, exerceu a Secretaria Municipal de Gestão Ambiental e foi Coordenador Institucional da Secretaria de Transportes do Governo Eduardo Campos.

O guia dedicou o tema Segurança Pública como proposta desta sexta. Dentre as propostas foram elencadas a Polícia nos Bairros, consolidação da Guarda Municipal, Instalação do projeto Segurança Alerta com a fixação de câmeras nos principais pontos da cidade em parceria com o Governo do Estado, além da Delegacia da Mulher e o funcionamento da Defensoria Pública.

Inaugurando a parte cômica do Guia eles abusaram do humor batizando o adversário de “Papa Terra” e “Papa Trilho”. Em alusão ao fato do ex-prefeito José Aglaílson ter comprado vários terrenos na região e de ter retirado à revelia da CFN os trilhos da linha ferroviária do Município.

O bloco “Repórter 25” fez a denúncia da falta de aplicação dos impostos na periferia, segundo o Guia a coleta do lixo no bairro de Água Branca é deficiente, com acúmulo de lixo constante durante o dia todo. Moradores da Rua Sta. Catarina denunciaram que quando chove a rua alaga e traz fezes, dificultando a acessibilidade dos moradores. “A prefeitura não chega aqui”, disse a moradora. Outra afirmou: “O posto de saúde daqui não funciona”.

Antes de iniciar o Guia da Frente Popular da Vitória, o locutor avisou que os ouvintes haviam acabado de escutar o Guia “dos fantasmas do passado que querem voltar”.

O candidato e prefeito atual Demétrius Lisboa – DEDÉ (PSB) começou o seu guia sendo propositivo. Ele dedicou o programa ao tema “Emprego e Renda”. Dentre as propostas divulgadas ele mencionou a capacitação com cursos técnicos para a mão de obra local, sobretudo na juventude vitoriense. “Com a entrada da Sadia e outras empresas nesse nível, a cidade começa a mudar sua configuração”, afirmou o prefeito. Ele acrescentou ainda que com o apoio do governador Eduardo Campos que tem sinalizado em trazer investimentos maciços para Vitória e a parceria com o governo Lula, ele reforça que a cidade tem começado a avançar e se propõe no compromisso de avançar mais. Falou também da construção do Pátio de Eventos da cidade.

Sumido no guia anterior, Edvaldo Bione é apresentado como o candidato a vice-prefeito na chapa. “Sinto-me orgulhoso em fazer parte deste projeto e nos faz sentir a vontade para lutar por ele”, afirmou Bione. “Há coisas ainda por fazer, Vitória precisa muito e vamos avançar ainda mais para termos a garantia de melhores dias para o nosso povo”, defendeu. “A gente tem que calçar a periferia. Já fizemos mais de 10 km. De calçamento desde que assumi”, lembrou Dedé. Após o jingle ter tocado em sua íntegra o locutor fez questão de encerrar: “O trabalho segue com Dedé.”

por Lissandro Nascimento.

Leia a matéria sobre a posição do autor neste Link: http://avozdavitoria.blogspot.com/2008/07/posio-dos-editores-deste-blog.html