• Ceclin
mar 31, 2018 0 Comentário


Saiba recorrer no INSS para garantir o auxílio-doença

O benefício só pode ser concedido por até quatro meses; o segurado que recebe o auxílio deve ir preparado à perícia

Uol

INSSO segurado que recebe auxílio-doença e que pedir a prorrogação do benefício deve ir preparado à perícia para comprovar que não tem condições de voltar ao trabalho, senão ficará sem a grana.

Por lei, esses benefícios do INSS têm data de corte estabelecida na hora da perícia, a chamada alta programada.

Quando o perito não aponta um prazo final, o Instituto deixa de pagar o auxílio após quatro meses (120 dias).

O segurado que ainda está doente, sem condições de voltar ao trabalho, pode pedir a prorrogação.

O pedido deve ser agendado 15 dias antes da data da alta programada ou se estiver próximo de completar quatro meses.