Ceclin
mar 26, 2014 0 Comentário


Ribeirão assegura sua regularização fundiária

Segundo dados da concessionária de energia, o município de Ribeirão possui cerca de 12 mil residências, das quais 6,5 mil não possuem regularização fundiária. Para atenuar esse problema, o governador Eduardo Campos (PSB) esteve na cidade nesta quarta-feira (26/03), para dar início ao processo de emissão de títulos de propriedade. A ação, que beneficiará aproximadamente 1.500 famílias do bairro de Vila Rica, conta com investimentos de R$ 201 mil.

O processo de regularização de posse de Vila Rica, que será realizado no período de quatro meses, envolverá cerca de 20 profissionais, entre advogados, arquitetos, topógrafos e assistentes sociais. No cronograma estabelecido, antes da entrega do título de posse, constam, entre outras etapas, a realização de estudo da área de 6,5 héctares, levantamento socioeconômico das famílias, aprovação da planta junto à Prefeitura e registro no Cartório de imóveis, visto que o município foi incluído como Território Estratégico de Suape, criado no primeiro ano de gestão do governador Eduardo Campos.

Durante sua passagem por Ribeirão, o governador também deu ordem de serviço para obras de infraestrutura. Entre elas, a construção do acesso viário ao Distrito Industrial do município, que contará com recursos de cerca de R$ 2,2 milhões. A obra, que será concluída em seis meses, contempla serviços de terraplanagem, pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais.

Ainda no município da Mata Sul pernambucana, Eduardo deu início ao processo de obras de urbanização na cidade. A primeira delas envolve a praça Alcides Nicéas, que será completamente reformada. O equipamento, construído em abril de 1998, receberá R$ 114 mil em investimentos, recursos que serão aplicados na construção de espaços de convivência, implantação de paisagismo, iluminação e organização do comércio local. A segunda ação conta com investimentos de R$ 193 mil, e contemplará a reforma das escadarias nas áreas de encosta das Ruas 13 e 14, do bairro Bandeirantes.

DISTRITO INDUSTRIAL –  Em Ribeirão também se marcou a chegada da primeira unidade industrial ao município. Na ocasião, Campos assinou o Protocolo de Intenções que garante a instalação da empresa paulista Viva Alimentos, que produzirá espetos de carne bovina, suína e frango para atender aos Estados do Nordeste brasileiro.

Com investimentos de R$ 15 milhões, a planta deverá gerar em torno de 150 empregos diretos, com mão-de-obra prioritariamente feminina. As obras da unidade industrial, que contam com incentivos fiscais do Programa de Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe), serão iniciadas ainda este semestre.

Além da Viva Alimentos, a cidade de Ribeirão receberá outras duas empresas, a Servmont e Steelline. A primeira produzirá estruturas metálicas e receberá R$ 2,9 milhões em investimentos, com geração de 200 empregos diretos. Já a planta da Sttelline, que produzirá móveis e vai gerar 104 empregos, contará com R$ 4,3 milhões em investimentos.

 com informações da Assessoria.