Ceclin
out 13, 2010 1 Comentário


Revista em quadrinhos incentiva adoções em Pernambuco

Para minimizar a insegurança dos pais adotivos e incentivar a adoção em Pernambuco, a Comissão Estadual Judiciária de Adoção (Ceja), lançou hoje a revista Adoção em quadrinhos. O lançamento aconteceu nesta manhã, no gabinete do corregedor geral da Justiça, desembargador Bartolomeu Bueno, que é presidente do órgão e conta com a participação de juízes, desembargadores, promotores e autoridades que atuam na causa da criança e do adolescente.

A revista também integra as ações que estão sendo desenvolvidas no estado para debater os avanços e dificuldades observados nesses 20 anos de vigência do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A cartilha foi idealizada pela juíza e secretária executiva da Ceja, Ana Paula Lira Melo, e aprovada pelo desembargador Bartolomeu Bueno. A magistrada explica que o processo de criação teve como inspiração as crianças e os adolescentes. Durante um final de semana, a juíza rabiscou alguns desenhos e escreveu uma história em quadrinhos, na qual os personagens tratavam do tema adoção nacional e internacional em Pernambuco.

A cartilha é composta de 54 páginas, sendo 14 delas ilustradas e dedicadas à história em quadrinhos. No material podem ser encontradas informações acerca dos procedimentos necessários para a realização de adoções nacionais e internacionais, além de um catálogo com telefones e endereços dos órgãos que lidam com a matéria. O texto foi produzido de acordo com a Nova Lei da Adoção, a 12.010/2009. As ilustrações são de autoria de Lucas Veríssimo.

Da Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR