Ceclin
ago 31, 2020 0 Comentário


Reservas ambientais de Gravatá contam com placas para combater caças e desmatamento

35 placas compõem áreas de preservação do Município, para combater a caça e o desmatamento ilegal. Foto: Vanessa Bastos/SECOM Gravatá

Gravatá conta com várias reservas ambientais repletas de fauna e flora diversificadas. Para proteger estes patrimônios, a Prefeitura de Gravatá, através da Secretaria de Meio Ambiente, distribuiu na sexta-feira (28/08) cerca de 35 placas em áreas de preservação do Município, para combater a caça e o desmatamento ilegal.

“A intenção é contribuir com os proprietários das reservas a coibir a ação destas pessoas que depredam a natureza, não só em relação à captura de pássaros, mas, também, à caça e ao desmatamento. Essas placas possuem um cunho educativo, trazendo informações sobre as penalidades que as pessoas podem sofrer diante desses atos”, explicou o secretário de Meio Ambiente, Aarão Lins de Andrade Netto.

As placas foram distribuídas na Serra do Contente, a primeira Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN) da cidade, licenciada pelo IBAMA. Além desta reserva, foram distribuídas placas na Fazenda Cruzeiro, Reserva do Benedito e na Reserva Jussará.

Eronildes Alves Filho era um caçador, mas decidiu abandonar essa prática e, agora, se tornou um ambientalista e zelador da Serra do Contente. Ele explica a importância da entrega das placas e como isso contribui para a conscientização das pessoas.

“A incidência de caçadores tem baixado muito. O mais importante é que contamos com esse apoio da prefeitura pra colocar placas, orientando as pessoas que prejudicam a natureza. Temos que preservar essa mata porque ela influencia o clima de Gravatá. Temos feito um trabalho muito sério por aqui”, enfatizou.

Para realizar uma visita à Serra do Contente é necessário fazer um agendamento por meio do número (81) 9-9901-8092 ou nas páginas do Instagram e Facebook: “Reserva Ecológica da Serra do Contente”.