Ceclin
jan 03, 2012 0 Comentário


Rapidinhas Policiais

atualizado às 12 horas

Adolescente apreendido com alta quantidade de pedras de crack em Vitória 

Os Policiais Militares do 21º BPM em Vitória de Santo Antão, após denúncia de que havia pessoas na madrugada desta terça-feira (03) comercializando drogas às margens da rodovia BR-232 – no Centro de Vitória, conseguiu chegar até a um adolescente identificado por T. V. L., de 17 anos, morador da Rua Padroeiro Santo Antão – no Bairro de Jardim Ipiranga.

Com o menor foi encontrado a quantia de R$ 115,00 (Cento e quinze) e a quantidade de 53 (cinquenta e três) pedras de ckack que eram vendidas a R$ 20,00 cada pedra. Ele foi conduzido e entregue na Delegacia de Vitória na companhia de seu pai para serem tomadas as medidas cabíveis, conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Homem autuado pela Lei Maria da Penha em Vitória de Santo Antão 

Foi autuado em flagrante delito com base na Lei Maria da Penha no Plantão da Delegacia Municipal da Vitória de Santo Antão, o desempregado João Severino da Silva, de 21 anos. Ele foi acusado de ter incendiado a casa de sua ex-companheira, a doméstica Vanessa Danielle da Silva Santos, de 28 anos, residente no Bairro do Iraque.

De acordo com Vanessa, essa não foi a primeira vez que seu ex-companheiro praticou esta ação. A dona de casa relatou também que já foi agredida fisicamente e ameaçada de morte.

No Plantão da Delegacia Municipal foi arbitrada uma fiança de R$ 5.450,00, pela Delegada plantonista Danúbia Andrade. Valor este que a família do acusado não conseguiu levantar, acabando recolhido ao Presídio Municipal, onde ficará a disposição da Justiça. 

Homem é detido sem nenhum documento em Vitória

André Pereira de Melo Filho, conhecido popularmente como “ET”, residente no Bairro do Maués, em Vitória de Santo Antão, foi detido por uma Guarnição de Trânsito da Polícia Militar, no Loteamento Caiçara II, na manhã dessa segunda-feira (02), quando conduzia uma motocicleta FAN de cor vermelha, da placa DUY 7502, em atitude suspeita. Ao ser abordado, o rapaz não portava nenhum documento de identificação pessoal nem tampouco o do veículo que conduzia.

O mesmo foi levado para o Plantão da Delegacia Municipal para ser averiguado onde chegou a ser lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).