Ceclin
out 02, 2008 0 Comentário


Rapidinhas Esportivas

SPORT

A partida entre Sport e Cruzeiro, que será realizada hoje (02), às 20h30, no Mineirão, tem uma característica especial: é o primeiro jogo do Leão depois que o clube jogou a toalha na disputa pelo título de campeão brasileiro. Depois da derrota para o Flamengo, os rubro-negros admitiram que a busca pelo bicampeonato – que motivou o time na sequência de seis jogos sem derrota – estava encerrada. Hoje, entra em ação o plano B dos jogadores e da comissão técnica, que buscam agora um lugar no grupo dos quatro primeiros colocados, o que, além da sensação de dever cumprido, vai render uma premiação extra para eles, como foi prometido pela diretoria.
O Rubro-negro quer repetir o feito do Fluminense de 2007, que garantiu a vaga na Libertadores através da conquista da Copa do Brasil e, após um período de tropeços, conseguiu fazer uma bela campanha na reta final do Brasileirão, terminando o torneio em quarto lugar. Para alcançar as primeiras posições, o técnico Nelsinho Batista quer um time mais atento aos detalhes, já que a equipe deixou escapar a vitória contra o Flamengo nos últimos minutos da partida. “Contra o Flamengo tivemos uma boa postura, mas o futebol castiga nos momentos de desatenção. O Cruzeiro é uma equipe muito forte, que briga pelo título, então não podemos cometer erros”, disse o treinador.
Apostando na manutenção do esquema tático e da base de atletas, Nelsinho só fez as substituições obrigatórias – provocadas pelas suspensões de atletas -, colocando Elias, Moacir e Luciano Henrique nas vagas de Durval, Júnior Maranhão e Kássio. O treinador afirmou que as mudanças não devem atrapalhar o conjunto rubro-negro. “Os jogadores que vão entrar estão bem treinados. A estrutura tática bem definida facilita a vida daqueles que entram no time titular”, declarou.

O atacante e aspirante a lateral Carlinhos Bala, emprestado ao Leão pelo Cruzeiro, acredita que o Sport não vai enfrentar uma torcida muito entusiasmada em Minas Gerais. “Acho que não vai dar muita gente no Mineirão. Eles perderam o jogo contra o São Paulo e, de quebra, alguns jogadores estão fora, por causa de lesão. Vamos tentar aproveitar um momento não muito bom para eles, para buscar uma vitória importante fora de casa”, disse o jogador. Apesar do retorno de Sidny, que foi relacionado para o jogo, Bala continua atuando na ala direita. Mas, segundo ele, isso não é um problema. “O Nelsinho pediu e a gente está ajudando. Acho que ele vai esperar o Sidny alcançar os 100% de condição física antes de colocar ele no time novamente”, afirmou o “coringa” rubro-negro.
Cruzeiro
Fábio; Jonathan, Espinoza, Thiago Heleno e Fernandinho (Carlinhos); Henrique, Fabrício, Ramires e Gerson Magrão; Thiago Ribeiro e Guilherme
Técnico: Adilson Batista
Sport
Magrão; Igor, César e Elias; Carlinhos Bala, Moacir, Andrade, Luciano Henrique e Dutra; Enílton e Roger
Técnico: Nelsinho Batista
Local: Mineirão Horário: 20h30
Árbitro: Carlos Eugênio Simon / RS (FIFA)
Assistentes: Paulo Ricardo Silva Conceição (RS) e Júlio César Rodrigues Santos (MG).

SANTA

A seis dias de tomar posse da cadeira de presidente executivo do Santa Cruz durante o biênio 2009/2010, Fernando Bezerra Coelho pode ter mais problemas do que imagina para conseguir atingir uma das principais metas da sua gestão: reformar o estádio do Arruda e, de “brinde”, conseguir sediar um jogo da Seleção Brasileira nas Eliminatórias para a Copa de 2010. Com a reforma do anel superior iniciada durante a disputa do Brasileirão da Série C deste ano, porém paralisada desde o início de setembro, o futuro mandatário coral quer os laudos de fundação do José do Rego Maciel antes de retomar os reparos no setor citado, para poder ter um “esqueleto” completo do estádio.
A intenção do secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado é saber toda a real situação estrutural do Mundão, para investir R$ 5 milhões na reforma dele, quantia essa que seria retirada do futuro fundo de investimento do Mais Querido, que terá o valor estimado girando entre R$ 15 milhões e R$ 30 milhões. “Quero saber todos os mínimos detalhes do Arruda para poder começar uma reforma eficiente, sabendo de todo o valor que teremos que gastar para recuperá-lo”, declarou Bezerra Coelho.
Já sobre o processo de criação do Santa Cruz S/A, após uma reunião com a Deloitte, considerada “bastante proveitosa” pelos dirigentes, o vice-executivo, Sidnei Aires, afirmou que haverá uma nova reunião, ainda sem data definida, com outra empresa, a Ernst Young, considerada pela revista americana Forbes, uma das quatro maiores empresas do mundo no setor de auditoria, impostos, finanças e contabilidade, juntamente com a Deloitte e mais duas outras empresas. “É um assunto muito delicado, pois mexe até com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). As negociações estão acontecendo, mas, no momento, preferimos não entrar em detalhes sobre a situação, até para não atrapalhar o processo”, comentou Sidnei.
NAUTICO

Se os 11 titulares do técnico Roberto Fernandes para a partida contra o Flamengo estão sendo guardados a sete chaves, a tática a ser adotada pelo Timbu para sair de campo com a vitória não é segredo para ninguém. Ontem à tarde (01), os jogadores disseram saber como impedir o forte ímpeto da equipe de Caio Júnior. Para os alvirrubros, a marcação sob pressão será a principal arma para anular os cariocas.
“É marcar forte em todos os setores. Tanto na frente como lá atrás. A melhor forma de chegar num resultado positivo é não dar espaço para eles jogarem, encurtar o campo deles, tudo na base da pressão. Não podemos deixar o Flamengo respirar”, disse, sem rodeios, Vagner.
Apesar de o Mengo atuar de maneira parecida com o Verdão, os alvirrubros não acreditam em outra partida truncada, como foi contra os paulistas. “A formação deverá ser a mesma, mas as peças agem de maneira diferente. No Palmeiras, os jogadores são mais de força. Já os do Flamengo são mais ‘leves’, de movimentação. Com isso, poderemos ter mais facilidade para entrar na área deles”, opinou o também zagueiro Everaldo.
Por sinal, ele reeditará o duelo particular com Marcelinho Paraíba – que será usado por Caio Júnior no ataque -, quando ambos atuavam no futebol alemão. Na época, o zagueiro estava no Borussia Dortmund, enquanto o meia defendeu o Hertha Berlim e, depois, o Wolsburg. “Ele continua sendo um jogador que incomoda a defesa adversária”, alertou.
TREINO SECRETO
Como aconteceu na semana passada, o técnico Roberto Fernandes promoveu outro treino secreto, ontem pela manhã, no Centro de Treinamento Wilson Campos. No período da tarde, os jornalistas puderam acompanhar toda a movimentação sem problemas. Desta vez, o mistério em relação à equipe titular não deverá ser tão grande. A base do time para enfrentar o Flamengo, sábado, às 18h20, nos Aflitos, será a mesma que encarou o Palmeiras.
A dúvida é saber se Derley atuará ao lado de Hamilton, na cabeça-de-área, ou se o treinador permanecerá com dois armadores. Ainda assim, não se sabe quais serão escolhidos, se Valdeir, Paulo Santos, Geraldo ou William. Na frente, Clodoaldo, pela sua boa estatura, tem chances de ser acionado ao lado de Kuki, uma vez que o treinador poderá explorar as jogadas aéreas. No treino, o susto ficou por conta de Eduardo, que, para ser poupado, deixou o gramado um pouco antes dos companheiros. Apesar das dores na coxa, o goleiro não deverá ser problema.

por Berg Araújo,
nas segundas e quintas-feira.