Ceclin
set 08, 2008 0 Comentário


Rapidinhas Esportivas

Santa Cruz empata na despedida

Tricolor, com uma equipe cheia de pratas-da-casa, ficou no 2×2 com o Salgueiro
GUSTAVO LUCCHESI

Apesar de toda a melancolia que envolvia a precoce despedida do Santa Cruz da temporada 2008, os atletas corais que ficaram para lutar e honrar os 94 anos que o clube carrega em sua história, conseguiram arrancar um suado empate, em 2×2, contra a competente e bem armada equipe do Salgueiro, fora de casa, no último sábado. Mesmo com a partida servindo apenas para os tricolores cumprirem tabela, o preparador físico e técnico interino, Charles Muniz, apostou na mescla da raça e vontade de alguns atletas da base que não vinham sendo aproveitados, como Jaílson, Max, George e Miller, com a experiência de Vágner Rosa e Alexandre Oliveira. E não é que a fórmula acabou surpreendendo?

Ficha Técnica

Salgueiro – 2
Bruno; Rogério, Mazinho, Alisson e Oziel; Vitor Caicó, Renato Frota, Paulinho (Júlio César) e Rosivaldo; Marcelo Fumaça (Émerson) e Zé Paulo (Rodrigão).
Técnico: Neco

Santa Cruz – 2
Jaílson; George, Gonçalves, Stanley (Patrick) e Max; Leandro Biton, Alexandre Oliveira, Vágner Rosa e Miller; Rosembrick (Jéfferson) e Thomas Anderson (Memo).
Técnico: Charles Muniz
Local: Cornélio de Barros (em Salgueiro)
Árbitro: Patrício Souza (PE)
Assistentes: Jossemar Diniz e Élan Vieira (ambos de PE)
Gols: Vágner Rosa (aos 43 do 1°T), Júlio César (aos 13 do 2°T), Rosivaldo (aos 26 do 2°T) e Jéfferson (aos 38 do 2°)
Cartões amarelos: Renato Frota (Salgueiro); Leandro Biton, Gonçalves e Stanley (Santa Cruz)Cartão vermelho: Leandro Biton (Santa)
Público: 4.701 Renda: R$ 9.279.

Náutico evita o clima de “oba-oba”

Vitória sobre Ipatinga não ilude timbus, que atentam para os dois próximos jogos
FELIPE AMORIM

Uma vitória dando fim a um jejum que já durava quatro jogos. Saída da zona do rebaixamento em grande estilo. Torcida eufórica com o resultado obtido. Porém, o clima de oba-oba não tomará conta do elenco alvirrubro. Quem garante isso são os próprios jogadores. Este foi o tom das entrevistas no vestiário, após o êxito frente ao Ipatinga. O motivo? Nos próximos domingos, pelas 25ª e 26ª rodadas do Brasileirão, os alvirrubros terão dois jogos fora de casa, contra Vasco e Atlético/MG, nessa ordem, e mais um vacilo poderá significar numa volta à área de descenso.

Mas nem tudo foram flores no último sábado, nos Aflitos. No final da partida, quando o jogo já estava 2×0 para o Náutico, o volante Hamilton caiu dentro da área, para aflição de todos. Após alguns minutos sendo atendido pelo médico do clube, o atleta acabou mesmo deixando o campo carregado. O problema foi uma entorse no tornozelo direito. Hoje, ele será melhor examinado para saber a gravidade da lesão. Caso seja vetado para a partida do próximo domingo, contra o Vasco da Gama, o técnico Roberto Fernandes terá duas opções para o setor. Isso porque, Alceu e Ticão, ausentes contra o Ipatinga, cumpriram suspensão automática, pelo vermelho e terceiro amarelo, respectivamente, e ficarão à disposição. Negretti também está liberado.

Ficha Técnica

Náutico – 2
Eduardo; Ruy, Vagner, Adriano e Valdeir (Alessandro); Hamilton, Radamés e Paulo Santos; Gilmar (William), Kuki e Clodoaldo (Felipe).
Técnico: Roberto Fernandes
Ipatinga – 0
Fernando; Márcio Gabriel (Paulinho Dias), Henrique, Gian e Beto; Augusto Recife, Xaves, Leandro Salino (Luís Fernando) e Luciano Mandi; Adeílson e Ferreira (Kempes).
Técnico: Márcio Bittencourt

Local: Aflitos (Recife)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (asp. Fifa/GO)
Assistentes: Flávio Gilberto Kanitz e Marco Antônio de Mello Moreira (ambos de GO)
Gols: Felipe (aos 33 e aos 43 do 2°T)
Cartões amarelos: Kuki, Gilmar e Hamilton (Náutico). Augusto Recife, Beto e Adeílson (Ipatinga)Público: 13.921 Renda: R$ 140.640,00.

Luciano Henrique deve retornar

Meia do Sport foi liberado pelo DM e tem chances de enfrentar o Figueirense
PAULO FAZIO

Quando a fase é boa, tudo dá certo. E no Sport não é diferente. Após uma maiúscula vitória por 3×0 em cima do Palmeiras, em pleno Parque Antártica, na última quinta-feira, o Leão ganhou mais um reforço para a próxima rodada do Campeonato Brasileiro, quando enfrenta o Figueirense, domingo, na Ilha do Retiro. Trata-se de Luciano Henrique. Recuperado de uma lesão no joelho, o meio-campista foi liberado pelo Departamento Médico do clube e já vem aprimorando a parte física para tentar voltar a lutar pela titularidade o mais rápido possível.

A última partida do atleta com a camisa rubro-negra foi no dia 17 de agosto, quando a equipe pernambucana enfrentou o Botafogo na Ilha do Retiro. No jogo, Luciano Henrique foi substituído ainda no primeiro tempo sentindo fortes dores no joelho. Desde então, vinha se tratando de um estresse no ligamento colateral medial. Por isso, o principal impasse para a volta do meia fica mesmo com a parte física.

Outro que deve ser liberado pelo Departamento Médico para retomar os treinamentos é o também meio-campista Fumagalli. Recuperado de uma lombalgia, o jogador se reapresenta hoje para começar a trabalhar a parte física. “Ele (Fumagalli) já está totalmente recuperado. Mas, dificilmente, enfrentará o Figueirense. Como está parado há mais ou menos um mês, o processo de recuperação física é mais longo. Contra o São Paulo acredito que já poderá voltar a jogar”, garantiu Stemberg Vasconcelos.

por Berg Araújo,
nas segundas e quintas-feira.