Ceclin
jul 17, 2008 1 Comentário


Rapidinhas Esportivas

SPORT

O Sport tinha tudo para, finalmente, engrenar neste Campeonato Brasileiro. Afinal, vinha de uma vitória convincente no clássico frente ao Náutico, e jogava em casa, onde é praticamente imbatível. No entanto, não foi o que aconteceu. O Leão não fez uma boa apresentação, ficando no empate, ontem, em 2×2, com o Grêmio, na Ilha do Retiro, pela 12ª rodada da competição, e continua sem conseguir emplacar dois resultados positivos consecutivos nesta Série A.
SAÍDA
No intervalo do jogo, após ter deixado o campo machucado no primeiro tempo, Leandro Machado afirmou que vai pedir para sair do clube. “Já havia pedido para o presidente (Milton Bivar), mas ele me fez desistir. Agora, porém, estou vendo que não estou rendendo e vou rever essa situação”, afirmou o atacante, que sofre com uma lesão no joelho.

Sport
Magrão, Gabriel (Luciano Henrique), Igor e Durval; Diogo, Daniel Paulista, Sandro Goiano, Fumagalli e Dutra; Carlinhos Bala e Leandro Machado (Enilton) (Joelson)
Técnico: Nelsinho Batista

Grêmio
Victor; Léo, Rever (Thiego) e Pereira; Paulo Sérgio, Rafael Carioca, William Magrão, Tcheco e Helder (Anderson Pico); André Luís (Rodrigo Mendes) e Marcel
Técnico: Celso Roth

Local: Ilha do Retiro (Recife)
Árbitro: Paulo César Oliveira (SP)
Assistentes: Milton Otaviano dos Santos (RN) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)
Gols: William (aos 6 minutos do 2°T), Durval (aos 15 minutos do 2°T), Rodrigo Mendes (aos 17 minutos do 2°T) e Fumagalli (aos 37 minutos do 2°T)
Cartões amarelos: Gabriel, Durval, Dutra, Victor, Rodrigo Mendes, Helder e Marcel
Público: 24.625 Renda: R$ 142.140.

NAUTICO

Após estar vencendo por 2×0, o Náutico não soube segurar a vantagem construída ainda no primeiro tempo e viu a Portuguesa, na base da raça, virar o placar para 3×2, ontem à noite (16), pela 12ª rodada do Brasileirão. Com a vitória, a Lusa não só conseguiu manter o tabu de nunca ter perdido para o Timbu, em jogos pela Série A, no Canindé, como também assegurou o emprego do técnico Vagner Benazzi, que estava na corda bamba.
Já o Náutico, que não vence há duas rodadas e caiu na classificação, agora tentará reencontrar o caminho das vitórias no próximo domingo, contra o Internacional, nos Aflitos. Para este jogo, o Timbu estará sob o comando do técnico Pintado, que se apresentará, hoje, às 15h, na Rosa e Silva. Ontem, ele esteve presente no Canindé e pôde ver os jogadores em ação pela primeira vez.

Portuguesa/SP
Sérgio; Patrício, Bruno Rodrigo, Marco Aurélio (Carlos Alberto) e Ralph (Jonas); Erick, Gavilán, Preto e Edno; Diogo e Rogério (Vaguinho)
Técnico: Vagner Benazzi

Náutico
Eduardo; Vagner, Negretti e Everaldo; Radamés (Roger), Ticão, Alceu, Paulo Santos (Helton) e Itaqui; Felipe e Gilmar (Kuki)
Técnico: Levi Gomes (interino)

Local: Canindé (São Paulo)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (asp. Fifa/MG)
Assistentes: Helberth Costa Andrade e Rodrigo Otávio Baeta (ambos de MG)
Gols: Edno (aos 2 do 2ºT), Patrício (aos 37 do 2ºT), Jonas (aos 45 do 2ºT), Felipe (aos 14 do 1ºT) e Gilmar (aos 32 do 1ºT)

Cartões amarelos: Marco Aurélio, Vaguinho, Preto e Jonas (Portuguesa), Roger (Náutico)Público: 2.266 Renda: R$ 24.000,00

SANTA

Debaixo de muita chuva, o novo treinador do Santa Cruz, Bagé, foi apresentado oficialmente, ontem, para Imprensa e atletas pela diretoria do clube, no Centro de Treinamento do Intercontinental, em Paulista. E, já em sua primeira participação, o técnico tricolor, que acompanhava as atividades do lado de fora do campo, fez questão de comandar os treinamentos, auxiliado por Charles Muniz, com o intuito de ir conhecendo melhor o grupo. Bagé chega para o lugar de Fito Neves, que após a derrota por 3×0 para o Potiguar, no último domingo, além de algumas divergências com a diretoria do clube e jogadores, acabou sendo demitido.
Em seu primeiro dia de trabalho, o novo técnico do Santa Cruz, Bagé, resolveu testar algumas peças para a partida do próximo domingo, contra o Potiguar de Mossoró/RN, no Arruda, pela quarta rodada da Série C do Brasileiro. Nas atividades realizadas no Centro de Treinamento do Intercontinental, ontem, o comandante tricolor optou pelo esquema 4-4-2, com a equipe titular sendo formada por: Gledson; Marcos Vinícius, Gonçalves, Leandro Biton e Esquerdinha; Memo, Garrinchinha, Ribinha e Juninho; Patrick e Edmundo.
No seguimento das atividades, Bagé resolveu fazer três alterações. O treinador trocou Marcos Vinícius, Garrinchinha e Ribinha por Rafael Mineiro, Wescley e Rafael Oliveira, respectivamente. O comandante coral também testou várias vezes o poder defensivo do seu time principal, ajustando a marcação na saída de bola adversária.
Os únicos que não participaram dos treinamentos foram o meio-campista Alexandre Oliveira, com uma tendinite no joelho esquerdo, e o atacante Gilberto, com dores na coxa direita. A boa notícia para a torcida tricolor é a volta do goleiro Gledson, recuperado de lesão.

por Berg Araújo.