Ceclin
jun 16, 2008 1 Comentário


Rapidinhas Esportivas

NAUTICO

Demonstrando um pouco da apatia apresentada na partida contra o Ipatinga, na rodada anterior, em Minas Gerais, o Náutico teve que suar e insistir bastante para não sair de campo derrotado pelo Vasco da Gama, no último sábado, no estádio do Arruda, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Após sair atrás no placar, com um gol de Edmundo, os alvirrubros correram atrás do prejuízo e deixaram o campo com o empate de 1×1, após um golaço de bicicleta de Wellington. Mesmo com mais um ponto conquistado, o Timbu caiu para a quarta colocação, com 11 pontos. O próximo adversário do Náutico será o Atlético/MG, em local ainda a ser definido.

Local: Arruda (Recife)

Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF) Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e Fabrício Vilarinho da Silva (GO)
Gols: Wellington (aos 27 do 2ºT) e Edmundo (aos 23 do 2ºT)
Cartões amarelos: Negretti e Geraldo (Náutico). Pablo e Vinícius (Vasco)
Público: 20.655 Renda: R$ 192.270,00

PROTESTO

No último sábado, no Arruda, indignados com a punição de dois mandos de campo, alguns torcedores aproveitaram para protestar. Faixas como “STJD: vergonha nacional” e “Tiraram a nossa casa, mas não a nossa voz” foram apenas algumas exibidas. Não bastasse isso, durante a exibição do Hino Nacional, que antecede a partida, os alvirrubros gritaram sem parar: “Ah, é Pernambuco. Ah, é Pernambuco”, chegando a abafar o sistema de som.

SPORT

Na primeira partida depois da conquista da Copa do Brasil, o Sport foi até Florianópolis, no último sábado, e perdeu para o Figueirense, por 3×1, no estádio Orlando Scarpelli, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O Leão não foi eficiente nas finalizações e acabou pagando com a derrota, que lhe fez cair para a 12ª posição na classificação.

Local: Orlando Scarpelli

Árbitro: Paulo César de Oliveira (SP)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira (SP) e Márcio Luiz Augusto (SP)
Gols: Tadeu (aos 43 do 1°T), Ramón (aos 10 minutos do 2°T), Cleiton Xavier (aos 43 minutos do 2°T) e Luciano Henrique (aos 13 minutos do 2°T)
Cartões amarelos: Diogo, Cleiton Xavier, Wellington Amorim (F); Everton, Igor, Durval, Bia, Luisinho Netto (S)
Cartão vermelho: Everton (S) Público e renda: não divulgados

SANTA

Com a intenção de conquistar a segunda vitória e se manter invicto na segunda fase da Copa Pernambuco, o Santa Cruz enfrentou o Salgueiro, ontem, no Arruda, e saiu de campo com uma bela vitória por 3×2, de virada, após chegar a estar perdendo por 2×0. Cumprindo com o que havia declarado após classificar o time na fase anterior, o treinador coral, Fito Neves, não utilizou os principais atletas do seu elenco na partida, com a maioria dos jogadores escalados sendo da base coral ou prováveis reservas no Brasileiro da Série C.
Num momento crucial para conseguir contratar reforços e fechar o elenco que vai em busca de uma das quatro vagas de acesso para a Série B do ano que vem, o Santa Cruz sofreu um golpe inesperado, no último sábado, e teve a sua primeira baixa, antes mesmo de estrear na Terceirona. Faltando exatos 20 dias para a estréia na Série C, contra o Campinense, o atacante Zumbi, contratado há cerca de duas semanas atrás, resolveu aceitar um proposta do Tigres, do México, e deixou o Mais Querido.
Apesar de ter sido anunciado pela diretoria coral no dia 3 deste mês, o atleta só foi aportar nas Repúblicas Independentes do Arruda no dia 9, já que resolveu fazer a viagem do Mato Grosso, onde estava atuando pelo Vila Aurora/MT, até o Recife, de carro, com a “odisséia” tendo durado cerca cinco dias de estrada. Após se apresentar, Zumbi chegou a participar de alguns treinamentos, mas na noite da última sexta-feira, recebeu uma proposta “irrecusável” dos mexicanos, onde irá receber cerca de R$ 50 mil por mês. “Gostaria muito de ajudar o Santa Cruz na busca pelo retorno à Série B, mas já tenho 27 anos e tenho que pensar no meu futuro”, declarou O ATACANTE Zumbi.

por Berg Araújo.
nas segundas e quintas-feira.