Ceclin
out 05, 2008 4 Comentários


Rapidinhas da Eleição

PAI DETIDO: o ex-prefeito José Aglaílson, candidato a vereador pelo PSB, foi detido na manhã deste domingo de Eleição, em cima de uma moto acompanhado por dezenas de militantes, caracterizando para a Polícia Militar “Boca de Urna” e “Campanha”. Dado a voz de detenção, ele foi encaminhado até à Delegacia Municipal, onde foi ouvido e interpelado, sendo depois liberado.

FILHO DETIDO: Já na parte da tarde deste domingo de Eleição o filho de José Aglaílson, Dep. Aglaílson Júnior (PSB), foi detido pelos Policias Militares defronte ao Colégio Municipal 3 de Agosto, centro da Vitória de Sto. Antão, caracterizado também pela PM fazendo campanha, o qual o parlamentar estaria puxando uma Carreata, fazendo agitação política. Detido pelos PM’s, foi encaminhado até à Delegacia Municipal, onde foi repreendido pelo Coronel Souza (21º BPM) e pela Delegada de Plantão – Dra. Maria Betânia, sendo após liberado. Tanto o pai quanto o filho Queralvares apoiam a candidatura a reeleição do atual prefeito Demétrius Lisboa – Dedé (PSB).

Delegacia: militância vermelha e amarela lotam aguardando liberação dos deputados.

QUASE QUE ÍA: Na oportunidade quando o Dep. Aglaílson Júnior passava em carreata pela Praça Leão Coroado – Col. 3 de Agosto, o Deputado e candidato a prefeito Elias Lira (DEM) foi levado aos braços pela sua militância fazendo uma enorme agitação política na Praça. Os PM’s chegaram a detê-lo, porém o Dr. Paulo Roberto argumentou que o democrata chegava naquele momento, e a agitação partiu da própria militância e não do candidato, pelo qual acabou sendo liberado naquele instante.

ATÉ TU HENRIQUE?: Quem também foi parar na Delegacia foi o Dep. Henrique Queiroz (PR), que chegou acompanhado pelo Coronel Souza e demais PM’s, no momento em que Aglaílson Júnior prestava depoimento. O deputado Henrique Queiroz foi chamado à atenção pelas autoridades por este haver feito uma Carreata, inclusive com motos, pelas principais ruas da Vitória de Sto. Antão. O parlamentar apoia a chapa Elias Lira/Henrique Filho para a sucessão municipal. Chegaram a ficar juntos numa mesma sala, os deputados Queiroz e o Júnior, após foram separados para uma conversa com as autoridades locais, que lhe repreenderam “por instigar a agitação eleitoral. Eles deveriam ser os primeiros a dá o exemplo”, ressaltou Coronel Souza em entrevista ao vivo pela nossa equipe na Tabocas FM.

REPETECO: Por volta das 16:30 h. na Praça Diogo de Braga – na Matriz, foram detidos pelos PM’s o Prefeito Demétrius Lisboa e o candidato a vereador José Aglaílson (ambos do PSB). Estão neste momento em uma residência conversando com as autoridades policiais para não serem encaminhados até à Delegacia. Segundo os PM’s os dois representantes políticos estavam tentando puxar uma Carreata e foram detidos. A agitação política é grande na localidade até o fechamento desta postagem.

BOCA DE URNA: A Polícia Especializada (CIOES) foi implacável com os militantes. Os policiais militares não perdoaram quem estivesse fazendo boca de urna nas proximidades das seções eleitorais em Vitória. Pela manhã adotaram a postura de recolher os materiais de propaganda dos candidatos e deixavam os militantes soltos. Já na parte da tarde, além do recolhimento de materiais houve também a detenção de dezenas de militantes, inclusive do PCdoB.

ÔNIBUS VISTORIADOS: Foram encaminhados à Delegacia Municipal 14 (catorze) ônibus que a princípio estavam se dirigindo a área rural para deslocar eleitores. O que é condenado pela legislação. Todo transporte de eleitores tem que ter a autorização da Justiça Eleitoral local. Depois das 11:00 horas os ônibus foram liberados, quando a Justiça Eleitoral e a Polícia Civil constataram a regularidade destes transportes. O erro dos motoristas destes ônibus foi se dirigir as comunidades antes do horário combinado. A Justiça Eleitoral havia liberado o transporte depois das 7:30 horas da manhã. Eles haviam começado no raiar do dia deste domingo.

PEQUENOS IMPREVISTOS: Houve pequenos equívocos de eleitores denunciando algumas urnas das seções da Esc. Mariana Amália, do Pedro Ribeiro e da FAINTVISA que não havia aparecido a foto de seus candidatos. Houve o aparato técnico em apenas duas urnas eletrônicas. As demais, a Justiça Eleitoral orientou aos eleitores que votassem lentamente para evitar possíveis erros de digitação, já que se trata de um sistema computadorizado.

MOTOS RECOLHIDAS: Dezenas de motos foram recolhidas ao 21º BPM por estarem fazendo passeata e buzinaço pelas principais ruas da cidade. A PM não vacilou, enquadrou todas e as impediu de fazer manifestaçõe coletivas.

MAIS NOTÍCIAS LOGO MAIS.

por Lissandro Nascimento.